Prefeito anuncia mais duas obras do Arroio Areia

31/05/2021 12:33
Mateus Raugust / PMPA
EXECUTIVO
Obra linear na avenida Sertório deve ser finalizada em julho

Ainda em junho, devem ter início mais duas obras de macrodrenagem do Arroio Areia, de um conjunto de 26 obras a serem realizadas para amenizar os alagamentos na Zona Norte da Capital. O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira, 31, pelo prefeito Sebastião Melo e pelo diretor-geral do Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae), Alexandre Garcia, durante vistoria à obra linear I1, na avenida Sertório, na esquina com a Mena Barreto.

“Esta é uma das obras de drenagem mais importantes para a nossa cidade. São mais de R$ 107 milhões a fundo perdido, dinheiro captado em 2012 e execução que começou há dois anos. Estamos aqui para checar o andamento da obra para que ela não pare. A drenagem urbana é um dos maiores desafios de Porto Alegre. Nós precisamos de R$ 4 bilhões para enfrentar este tema, não podemos perder um centavo e não parar nenhuma obra” - Prefeito Sebastião Melo. 

Conforme Garcia, há ainda uma seção de intervenções a serem iniciadas e que trazem transtornos à mobilidade, para o dia a dia das pessoas, mas o benefício é permanente. As galerias A1 e A2 serão construídas nas proximidades da avenida Nilo Peçanha com a Teixeira Mendes, no bairro Três Figueiras. Cada uma delas contará com aproximadamente 350 metros de extensão, com prazo de execução seis meses e quatro meses, e custo de R$ 2,9 milhões e R$ 2,6 milhões, respectivamente.

A obra na avenida Sertório, entre a Mena Barreto e a Estação de Bombeamento de Águas Pluviais (Ebap) Silvio Brum, está com 62,66% de execução e previsão de término para julho. Os trabalhos tiveram início em agosto de 2020, com o custo de R$ 2 milhões. Essa obra amplia a rede de drenagem na região e auxilia o escoamento das águas pluviais para a casa de bombas. São ao todo 188 metros galerias de 2 metros x 2 metros de diâmetro. Quando concluída, a obra irá beneficiar diretamente 7,5 mil moradores dos bairros Jardim São Pedro e Santa Maria Goretti.

A vistoria foi acompanhada pelo vereador Ramiro Rosário, por diretores e técnicos do Dmae e do Consórcio ACA Brasil/Angolaca/ACA/RGS/Dolphin.

Visita à ETA Menino Deus – O prefeito iniciou a manhã fazendo uma visita às instalações da Estação de Tratamento de Água José Loureiro da Silva, também conhecida por ETA Menino Deus, na rua Barão do Guaíba. A estação produz o maior volume de água tratada na cidade e, consequentemente, é o sistema de abastecimento que atende o maior percentual da população da Capital, mais de 500 mil habitantes em 41 bairros e localidades. O sistema conta com a ETA, 62 subsistemas, 42 elevatórias e 55 reservatórios que somam uma capacidade de reserva de 87.795 metros cúbicos.

Arroio Areia – O conjunto de obras contempla 26 intervenções, entre galerias e reservatórios, que, quando concluídas, irão beneficiar diretamente 180 mil moradores de 14 bairros da Zona Norte. O grande objetivo é amenizar alagamentos históricos e acúmulos de água nas regiões: Bom Jesus, Três Figueiras, Chácara das Pedras, Vila Jardim, Jardim Europa, Boa Vista, Vila Ipiranga, Higienópolis, São João, Passo da Areia, Cristo Redentor, Santa Maria Goretti, Jardim São Pedro e limite com Anchieta.

Além de cinco obras já terminadas, estão em execução os reservatórios R1 (87,64%), na praça Lopes Trovão, e R9 (75,37%), na Praça Fortunato Pimentel; e as lineares I1 (62,66%), na avenida Sertório, e D5 (96,93%), na rua Gaston Englert, que deve ser finalizada após a conclusão da I1. No total, serão investidos cerca de R$ 108 milhões, provenientes do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) com R$ 1,3 milhão de contrapartida da prefeitura, executados pelo Consórcio ACA Brasil/Angolaca/ACA/RGS/Dolphin.

Rafaela Redin

Andrea Brasil