EPTC realiza operação de fiscalização e educação com motociclistas

26/01/2023 15:20
Aline Rimolo / EPTC / PMPA
Mobilidade Urbana
Atividade abordou 65 motociclistas na Estrada João de Oliveira Remião

A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) realizou nesta quinta-feira, 26, operação de fiscalização e educação com foco em motociclistas. Durante a ação, que ocorreu pela manhã, na Estrada João de Oliveira Remião, foram abordados 65 veículos, dos quais 19 condutores terminaram autuados, enquanto cinco veículos e 12 documentos (CRLV) foram recolhidos. 

Além disso, 42 motociclistas receberam, da equipe da Escola Pública de Mobilidade da EPTC, camiseta do Programa Motociclista Seguro e o certificado do programa Condutor Legal, que valoriza aqueles motoristas que estão com a documentação em dia e se comprometem em ter uma conduta de respeito às normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

A ação é uma das medidas da EPTC para reforçar a importância da segurança no trânsito. As principais irregularidades apontadas foram o sistema de iluminação alterado, pneus sem condições de trafegabilidade e motoristas conduzindo a moto sem habilitação. “Mais da metade dos acidentes com morte no trânsito envolve motos. Estamos intensificando as ações com esse público, focando tanto na fiscalização quanto na educação, para que possamos diminuir esses índices”, destaca o diretor-presidente da EPTC, Paulo Ramires. 

A operação Duas Rodas acontece regularmente e, a partir de agora, em algumas dessas abordagens receberá o reforço da equipe de educação para o trânsito, tanto para incentivar a conduta de quem cumpre as leis de trânsito, quanto para coibir excessos e prevenir acidentes para garantir a segurança viária da população.

Acidentes - O balanço parcial de 2022 apontou que 75 pessoas perderam a vida em razão de acidentes de trânsito na Capital. Deste total, 41 vítimas fatais resultaram de ocorrências com motocicletas, sendo 35 condutores, 1 ocupante e 5 pedestres. Do total de condutores que perderam a vida, 17 não possuíam habilitação. 

Segurança viária - Para auxiliar na redução da acidentalidade, a prefeitura lançou, em 2022, o Plano de Segurança Viária. Ele estabelece diretrizes de planejamento e gestão da segurança viária, com estabelecimento de metas para reduzir a acidentalidade no trânsito. Segue os propósitos de desenvolvimento sustentável definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU) em sua agenda 2030.

Programa Vida no Trânsito (PVT) - Analisa os acidentes que resultam em morte. O diagnóstico do estudo dos casos apontou a falta de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) regular, o consumo de álcool e o excesso de velocidade como os principais fatores de risco que colaboraram para a gravidade das ocorrências. O PVT é um programa coordenado pelo Ministério da Saúde, com participação das secretarias estadual e municipal de Saúde, Detran e Samu, entre outros.

Aline Rimolo

Cristiano Vieira

Acompanhe a prefeitura nas redes