Estamos migrando o conteúdo do antigo portal da PMPA. Se não encontrar o que está procurando, tente visitar o site antigo (link abre em nova janela).
Transporte e Circulação

Taxista devolve carteira com mais de R$ 1,2 mil

15/05/2019 09:00
EPTC/Divulgação PMPA
EPTC
Auxiliado pela EPTC, taxista Luiz Pires entregou a carteira ao aposentado

Aos 72 anos, 40 deles como taxista na Capital, Luiz Conceição Pires, viúvo, sete filhos, 23 netos, 22 bisnetos, tem muitas histórias para contar. Neste último fim de semana, mais um capítulo a ser escrito em sua rica vivência. Ele achou e devolveu ao dono, com auxílio da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), uma carteira recheada com R$ 1,2 mil, além de diversos documentos e cartões, deixada no seu carro, Corsa Prefixo 4391, e encontrada após uma corrida realizada na área central da cidade.

Auxiliado pelo gerente de Fiscalização de Transportes da EPTC, Luciano Souto, a carteira foi devolvida na tarde dessa segunda-feira, 13, para a alegria do seu dono, o aposentado José Roberto Alff, ex-funcionário da Receita Federal, morador do bairro Jardim Europa, zona Leste da cidade. Com emoção, ele contou todo o seu drama. “Passei um final de semana cheio de preocupações, pensando no dinheiro perdido e também na maratona que iria enfrentar para fazer novamente toda a documentação. Só posso elogiar esta atitude do Luiz Conceição, verdadeiro exemplo de honestidade”, falou.

O taxista lembrou que esta não foi a primeira vez que devolveu alguma coisa perdida em seu carro, apesar de alguns conselhos nada recomendáveis. “Alguns me falaram para ficar com o dinheiro, oportunidade até para comprar uma bateria, um sonho antigo para quem gosta muito de música. Mas eu nunca faria uma coisa dessas. Já devolvi muitos celulares, entre outros objetos. Sou uma pessoa de fé, acredito em Deus. Quem faz o bem, recebe o bem. Vivo sempre assim, com alegria, honestidade, de bem com a vida, rodeado de amigos. É o que se leva da vida, que, infelizmente, é muito curta.”

O gerente Luciano Souto, da EPTC, não mediu esforços para encontrar o dono da carteira. Foram diversos contatos até o final feliz, após atravessar a cidade em busca do senhor José Roberto Alff. “Foi um verdadeiro trabalho de pesquisa, já que o número do telefone marcado em um documento estava desatualizado. Mas, no final, deu tudo certo. Parabéns ao Luiz Conceição pela atitude, um exemplo positivo de vida, que valoriza também a sua categoria.

 

 

Claudio Furtado

Rui Felten