Defesa Civil, Guarda Municipal e EPTC recebem novos veículos

30/08/2022 13:49
Alex Rocha/PMPA
EXECUTIVO
Prefeito Sebastião Melo destaca a integração dos órgãos de segurança

A Secretaria Municipal de Segurança entregou, nesta terça-feira, 30, 16 novas motocicletas para a Guarda Municipal, quatro viaturas para a Defesa Civil e mais 10 motocicletas para a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).

O ato ocorreu em frente ao Centro Integrado de Comando (CEIC) e contou com a presença do prefeito Sebastião Melo, além de demais secretários. Foram investidos mais de R$ 1,5 milhão para reforçar a frota. Os recursos são oriundos do projeto POA Segura, que conta com financiamento de R$ 60 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

"Temos nos dedicado a fazer mais investimentos em integração e tecnologia para qualificar nossos órgãos de segurança e fiscalização. É nosso compromisso a preservação dos espaços públicos e aumentar a qualidade de vida dos porto-alegrenses" – prefeito Sebastião Melo.

“Assim como a Guarda Municipal, a Defesa Civil também é um importante órgão que compõe a segurança municipal. Estamos, cada vez mais, investindo e valorizando as nossas instituições que prestam fundamental serviço para população”, reforçou o secretário municipal de Segurança, coronel Mário Ikeda.

Ao todo, foram investidos R$ 785.980,00 para aquisição das 26 motocicletas. Dez delas foram cedidas para EPTC visando o fortalecimento da segurança no trânsito. “Importante investimento para qualificar o trabalho das nossas equipes”, frisou o secretário de Mobilidade Urbana, Adão de Castro de Júnior.

Também foram adquiridas 4 caminhonetes Fiat Toro para Defesa Civil, ao custo individual de R$ 179 mil. “São caminhonetes com tecnologia embarcada que irão qualificar nos atendimentos emergenciais à população e nas vistorias e mapeamentos de áreas de risco em Porto Alegre”, salientou o coordenador da Defesa Civil, Evaldo Rodrigues.

POA Segura – projeto que prevê investimento em equipamentos, infraestrutura e qualificação dos órgãos de segurança do município. Entre as ações previstas está a instalação de mais de 500 câmeras de videomonitoramento de espaços públicos e veículos, ampliando o monitoramento hoje realizado pelas 365 já existentes no cercamento eletrônico e as 2500 de videomonitoramento. O projeto também prevê a aquisição de softwares de inteligência artificial e sistemas de informação, tornando o serviço mais eficiente.

O financiamento tomado junto ao BNDES para o POA Segura já teve 28% dos recursos aplicados em tecnologia e compra de equipamentos para os órgãos que compõem a pasta da Segurança.

  

 

Lucas Rivas

Cristiano Vieira