Executivo

Marchezan visita moradores da Ilha dos Marinheiros

10/07/2020 18:53
Cesar Lopes / PMPA
EXECUTIVO
Acompanhado da primeira-dama Tainá Vidal, prefeito disse que as equipes estão preparadas para agir em caso de enchente na região

O prefeito Nelson Marchezan Júnior, acompanhado da primeira-dama Tainá Vidal, visitou na tarde desta sexta-feira, 10, moradores da Ilha dos Marinheiros para verificar a situação em que se encontram. Também esteve na Escola Estadual Alvarenga Peixoto, que está sendo preparada para abrigar moradores do local, caso as águas do Guaíba sigam subindo e atinjam suas residências.

“Nossas equipes estão preparadas, mobilizadas e monitorando a situação dos moradores que residem próximos às margens do Guaíba e dos seus principais afluentes”, observou o prefeito.

Marchezan lembrou que os servidores da Defesa Civil Municipal, Guarda Municipal, Assistência Social, Saúde, Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae), Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), Departamento Municipal de Habitação (Demhab) e de todas as secretarias envolvidas, além da Defesa Civil Estadual e Bombeiros, não medirão esforços para, de forma rápida e eficiente, atender os porto-alegrenses que necessitarem de apoio. “Estamos preparados para amenizar o sofrimento desses moradores e prestar todo o apoio”, disse o chefe do Executivo.

Uma das poucas casas que foram atingidas pelas águas do Guaíba, até o final da tarde de sexta, foi de Sueli Soares, 22 anos, que reside com o marido e o filho Adriel, de um ano,na rua Ignácio de Oliveira. Mesmo tendo a altura de 20 cm de água dentro de casa, ela diz que não deixará o lugar. “Morava com meu pai, me mudei há três dias para a minha casa e não vou voltar. Tenho a esperança de que as águas baixarão rapidinho e poderei tocar a minha nova vida”, observou. O filho mais velho, que tem dois anos, seguirá na casa do avô, que fica em um ponto mais alto. “Não consegui terminar de fazer a minha mudança. Não vou desistir”, mantem-se firme, mesmo diante de conselhos para voltar para a casa do pai e se abrigar melhor.

Na Escola Alvarenga Peixoto, o prefeito foi recebido pela diretora e pela vice-diretora, respectivamente Kátia Schirmer e Valéria Severo, que estão há 17 anos lecionando e fazendo a gestão. “Neste período já enfrentamos muitas enchentes e sempre ajudamos a comunidade. Em anos anteriores colocávamos quatro famílias em cada uma das dez salas de aula. Tínhamos capacidade para atender de 200 a 300 pessoas. Com o distanciamento social, deveremos reduzir pela metade”, contabiliza Valéria.

A diretora levou o prefeito e a primeira-dama até o refeitório e disse que distribuirá toda a merenda da escola para as famílias do entorno da instituição de ensino. “Tudo o que tem no depósito será entregue às famílias e alimentará as crianças", salientou Kátia.

Acompanharam a visita do prefeito os secretários de Relações Institucionais e seu adjunto, respectivamente Christian Lemos e Mário Santa Maria Júnior; dos Serviços Urbanos, Hiratan Pinheiro da Silva; o vice-presidente da Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc), Joel Lovatto; o comandante da Guarda Municipal Marcelo Nascimento; o coordenador da Defesa Civil de Porto Alegre, coronel Evaldo Rodrigues; equipes técnicas da prefeitura e a gestora do Centro de Relações Institucionais e Participativas (Crip) Região Ilhas, Patrícia Salcedo, além de lideranças da região.

Paulo Ricardo Fontoura

Gilmar Martins

Acompanhe a prefeitura nas redes