Melo busca recursos com agentes financeiros para projetos de infraestrutura em Brasília

15/09/2021 16:34

O prefeito Sebastião Melo esteve reunido com duas importantes instituições financeiras, nesta quarta-feira,15, em Brasília, para tratar sobre financiamentos de projetos de infraestrutura para Porto Alegre. Pela manhã, esteve no escritório do New Development Bank (NDB) e, à tarde, na sede do Banco do Brasil (BB). Desde segunda-feira, 13, o prefeito cumpre agenda no Distrito Federal.

Na representação da NDB, Melo deu início às tratativas de financiamentos internacionais para as áreas de mobilidade urbana e saneamento básico. O tema pautou encontro com o profissional sênior do Escritório Regional das Américas do NDB, Marcos Thadeu Abicalil. Já no Banco do Brasil, reuniu-se com o diretor-presidente da BB Previdência, Luiz Claudio Batista, onde alinhou a construção de uma parceria com a instituição para financiar um banco de projetos capaz de ampliar a captação de recursos em diversas áreas.

“Ao lado dos agentes financeiros, estamos reforçando as ações e projetos que iremos implementar em Porto Alegre para ampliarmos o desenvolvimento econômico e social. Mais uma vez, as instituições financeiras mostraram-se receptivas à nossa gestão. Juntos, vamos garantir os investimentos necessários para o atendimento das demandas da população” - Prefeito Sebastião Melo.

Senado - Em reunião com os senadores gaúchos Luis Carlos Heinze e Lasier Martins, debateu estratégias para ampliar as linhas de financiamento e crédito para aumentar os investimentos na Capital. Melo também manifestou apoio contra a Portaria 9.365/2021 do Ministério da Economia, editada em 4 de agosto, que travou a tomada de empréstimos por estados, Distrito Federal e municípios. Hoje, R$ 8 bilhões em recursos poderiam ser destinados para os estados e municípios, mas estão parados por conta da portaria.

O transporte público também foi pauta da reunião com os dois senadores. Desde o início do ano, o Executivo Municipal vem atuando para desonerar o atual modelo vigente a fim de tornar o serviço mais barato e sustentável.

 

 

 

Bruno Bertuzzi e Lucas Rivas

Lissandra Mendonça