Sessões especiais e homenagem na programação da Cinemateca

30/06/2022 08:38

A Cinemateca Capitólio (rua Demétrio Ribeiro, 1085 - Centro Histórico) programou desta quinta-feira, 30, a 7 de julho, sessões especiais com filmes políticos e infantis. Além disso, também está agendada uma homenagem ao cineasta Carlos Reichenbach, que encerra a mostra Os Destinos de Zurlini

Sessão Plataforma 
A terceira edição de 2022 da Sessão Plataforma apresenta no sábado, 2, às 19h, o longa-metragem Uma Noite Sem Saber Nada, da diretora indiana Payal Kapadia, premiado como Melhor Documentário do Festival de Cannes em 2021, exibido na Quinzena dos Realizadores.

Os ingressos terão promoção de meia-entrada para todos, no valor de R$ 8.
Mais informações aqui.

Sessão Vagalume
A Sessão Vagalume está de volta com títulos que prometem reunir pais e filhos no cinema. A abertura dessa nova temporada irá exibir Monstros S.A., um clássico da Pixar Studios. As sessões na versão dublada serão nos dias 2 e 3 de julho, sábado e domingo, às 15h, na Cinemateca Capitólio. Antes das projeções, haverá visitas guiadas pelo prédio histórico a partir das 14h30. Os ingressos custam apenas R$ 4, com meia-entrada no valor de R$ 2.
Mais informações aqui.

Homenagem a Carlos Reichenbach
Na terça-feira, 5, às 19h30, a Cinemateca Capitólio apresenta uma sessão especial de encerramento da mostra Os Destinos de Zurlini, com exibição em 35mm de Dois Córregos, um dos filmes mais zurlinianos do mais zurliniano dos diretores brasileiros, Carlos Reichenbach. Com apoio da Cinemateca do MAM e da produtora Dezenove Filmes, a sessão celebra o legado de Reichenbach na ocasião dos dez anos de sua morte. Após a exibição, haverá um debate com o pesquisador, montador e professor Milton do Prado, o crítico e programador Marcus Mello, e o crítico e curador Rubens Frabricio Anzolin. Entrada franca.
Mais informações aqui.

Cinema de Chris Marker 
De 28 de junho a 10 de julho, a Cinemateca Capitólio apresenta a mostra Cinema Chris Marker, com sete obras do realizador francês, incluindo marcos do filme ensaio como Carta da Sibéria, La Jetée, O Fundo do Ar é Vermelho e Sem Sol. A programação da mostra também propõe um diálogo do cinema de Marker com quatro filmes de outros realizadores: Aelita, a Rainha de Marte, de Yakov Protazanov, Paris 1900, de Nicole Vedrès, A Lenda dos Beijos Perdidos, de Vincente Minnelli, e Um Corpo que Cai, de Alfred Hitchcock. O valor do ingresso é R$ 10. A mostra Cinema Chris Marker tem o apoio da Cinemateca da Embaixada da França e do Institut Français.  
Mais informações aqui.

Programação de 30 de junho a 6 de julho 

Quinta-feira, 30
15h - Vive-se uma Só Vez

17h – A Sexta Fase do Pentágono + La Jetée
19h – Um Corpo que Cai

Sexta-feira, 1º de julho 
15h – O Fundo do Ar é Vermelho
18h – Paris 1900
19h30 – Aelita, a Rainha de Marte

Sábado, 2 
15h – Sessão Vagalume: Monstros S. A.
17h – Sem Sol
19h – Sessão Plataforma: Uma Noite Sem Saber Nada

Domingo, 3
15h – Sessão Vagalume: Monstros S. A.
17h – O Fundo do Ar é Vermelho

Terça-feira, 5
15h – Sem Sol
17h – Um Corpo que Cai
19h - Dois Córregos + debate
 
Quarta-feira, 6 
15h – Carta da Sibéria
17h – Level Five
19h – Paris 1900

 

Cleber Saydelles

Andrea Brasil