Escolas municipais recebem alimentos para o card√°pio

04/02/2022 10:35
Cristine Roos/EMEI Florencia SMED PMPA
EDUCAÇÃO
Quase 13 toneladas de alimentos v√£o fazer parte das quatro refei√ß√Ķes di√°rias de mais de seis mil crian√ßas

As 42 Escolas Municipais de Educa√ß√£o Infantil (Emeis) j√° receberam os produtos que fazem parte do card√°pio da alimenta√ß√£o escolar. A entrega dos n√£o perec√≠veis foi finalizada na manh√£ desta sexta-feira, 4. Foram quase 13 toneladas de alimentos que v√£o fazer parte das quatro refei√ß√Ķes di√°rias de mais de seis mil crian√ßas matriculadas para o ano letivo que inicia-se na quarta-feira, 9. Para manter a qualidade, cerca de oito toneladas de alimentos perec√≠veis s√£o entregues semanalmente.¬†

A secret√°ria municipal de Educa√ß√£o, Janaina Audino, lembra que ainda fazem parte do card√°pio escolar os alimentos da agricultura familiar. ‚ÄúAno passado, foram entregues 23 mil cestas com produtos fornecidos pela Central Metropolitana de Cooperativas da Agricultura Familiar e pela Cooperativa Central de Comercializa√ß√£o da Agricultura Familiar de Economia Solid√°ria. O edital para este ano j√° est√° sendo preparado‚ÄĚ, ressalta.

O card√°pio de toda rede pr√≥pria municipal de ensino √© planejado pelas nutricionistas da Unidade de Alimenta√ß√£o Escolar da Secretaria Municipal de Educa√ß√£o. Neste ano, a grande mudan√ßa √© a diminui√ß√£o da oferta de alimentos ultraprocessados. Os cremes far√£o a substitui√ß√£o dos biscoitos e cereais industrializados. O requeij√£o e os doces de frutas caseiros entram no lugar dos cremes vegetais e doces industrializados. Tamb√©m ser√° retomada a oferta de alimentos como feij√£o carioca, arroz, massa e farinha integral; cacau, canela, gergelim, louro e or√©gano. Essas adequa√ß√Ķes seguem as orienta√ß√Ķes do Minist√©rio da Educa√ß√£o que t√™m como base a instru√ß√£o do Guia Alimentar para a Popula√ß√£o Brasileira.

De acordo com as nutricionistas da Smed, o card√°pio do Ber√ß√°rio e Maternal 1 √© o que possui maior restri√ß√£o de g√™neros aliment√≠cios ultraprocessados e de a√ß√ļcar. ‚ÄúA principal mudan√ßa √© que iremos oferecer o mesmo card√°pio de Ber√ß√°rio tamb√©m para as crian√ßas matriculadas nas turmas de Maternal 1, seguindo as novas orienta√ß√Ķes do Minist√©rio da Educa√ß√£o. Para atender √†s recomenda√ß√Ķes, o p√£o industrializado ser√° substitu√≠do por p√£es caseiros e panquecas. Al√©m disso, voltaremos a ofertar uva passa¬†para o preparo dos bolos sem adi√ß√£o de a√ß√ļcar. Vale lembrar que diversos estudos cient√≠ficos indicam que o consumo precoce de a√ß√ļcar e alimentos ultraprocessados est√° relacionado ao aumento da obesidade infantil, de doen√ßas cardiovasculares e de c√°rie dental em crian√ßa‚ÄĚ, destaca a coordenadora da Unidade de Alimenta√ß√£o escolar, a¬† nutricionista Silvia Pauli.¬†

Qualifica√ß√£o - Na primeira quinzena do m√™s de mar√ßo, as nutricionistas da Smed ir√£o realizar uma forma√ß√£o espec√≠fica para discutir a introdu√ß√£o alimentar com participa√ß√£o de cozinheiros, t√©cnicas de nutri√ß√£o, estagi√°rios e educadores. E para orientar as escolas, a equipe de Nutri√ß√£o elaborou o Guia da Alimenta√ß√£o Escolar do Munic√≠pio de Porto Alegre. O material fornece informa√ß√Ķes, de maneira simples e did√°tica, para a execu√ß√£o das a√ß√Ķes relacionadas √† educa√ß√£o alimentar e nutricional. O guia pode ser encontrado no site Conex√Ķes em Rede.

 

Paula Maia

Andrea Brasil