Professores participam de curso sobre clubes sociais negros

23/08/2022 10:17
Vinny Vanoni / PMPA
EDUCAÇÃO
Evento ocorreu na Sociedade Cultural Floresta Aurora, Belém Velho, o clube social negro em funcionamento mais antigo do país

A import√Ęncia dos clubes sociais negros e da sua tradi√ß√£o em educa√ß√£o antirracista foi o tema do¬†segundo¬†encontro, realizado na tarde de¬†segunda-feira, 22, de uma s√©rie de seis eventos de palestras e¬†debates¬†promovida pela¬†Secretaria Municipal de Educa√ß√£o sobre¬†aprendizagens nas viv√™ncias em espa√ßos etnocentros.¬†Mais de 60 professores e monitores das escolas municipais participaram da forma√ß√£o, que ocorreu na¬†Sociedade Beneficente Cultural Floresta Aurora, bairro Bel√©m Velho, o clube social negro em funcionamento mais antigo do pa√≠s. Fundado em 1872, completa 150 anos em dezembro deste ano.

Os encontros fazem parte do Curso de Forma√ß√Ķes Continuadas, organizado pela Assessoria de Educa√ß√£o em Direitos Humanos e Rela√ß√Ķes √Čtnico-Raciais da Smed.¬†Para a¬†assessora¬†da Smed e organizadora do evento, Patr√≠cia Pereira, √© importante que os educadores visitem e sintam a hist√≥ria dos territ√≥rios etnocentros para levarem a experi√™ncia √† sala de aula.¬†

"Este √© um clube que foi criado por negros alforriados de Porto Alegre. Usavam para fazer enterros minimamente dignos para os negros. O nosso professor, quando for contar aos alunos, tem que saber que aqui √© um lugar real, criado e mantido por muitas gera√ß√Ķes. N√£o √© um lugar distante. Os negros t√™m que se enxergar nesse local, e¬†n√£o apenas saber que o clube existe. Nossa proposta √© uma educa√ß√£o diferenciada: n√£o apenas falar sobre, mas viver a hist√≥ria", explicou Patr√≠cia.¬†¬†¬†

 

  

 

Vanessa Felippe

Andrea Brasil