Planejamento e Gestão

Força-tarefa avança nas pendências das obras de mobilidade

24/07/2020 09:01
Anselmo Cunha/PMPA
PLANEJAMENTO E GESTÃO
Iniciativa integra esforços das secretarias de Planejamento, Fazenda, Infraestrutura, Transparência e PGM

A força-tarefa da Prefeitura de Porto Alegre criada para agilizar obras de mobilidade apresentou nesta quinta-feira, 23, um balanço da mobilização da administração municipal para avançar na conclusão das chamadas Obras da Copa. Os representantes de empresas da construção civil ouviram dos gestores da prefeitura que, dos mais de R$ 10,5 milhões pagos este ano, 40% resultaram de pendências liberadas em quase 30 dias de trabalho. Instituída pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior, a iniciativa integra esforços das secretarias municipais de Planejamento e Gestão (SPMG), Fazenda (SMF), Infraestrutura e Mobilidade (Smim), Transparência e Controladoria (SMTC) e Procuradoria-Geral do Município (PGM) para garantir as entregas à Capital.

Com a mobilização, em cinco grupos de trabalho foram destravados diversos processos e viabilizadas oito desapropriações para o reassentamento de famílias devido às obras da avenida Tronco. No grupo de pagamentos, a média mensal cresceu 52% (mais de R$ 1,9 milhão) em relação ao período de janeiro a maio, quando o percentual foi de 37% (cerca de R$ 1,3 milhão). Do total pago em 2020, cerca de R$ 4 milhões foram liberados dentro do período da força-tarefa, frente aos R$ 6,5 milhões dos primeiros cinco meses do ano. “Estamos nos mobilizando mesmo diante das dificuldades de uma pandemia para garantir novas entregas à cidade”, enfatiza Marchezan.
 
De acordo com a secretária de Planejamento e Gestão, Juliana Castro, a administração municipal obteve resultados relevantes ao fazer uma análise criteriosa para resolver os entraves dos contratos. “O esforço conjunto seguirá no enfrentamento do passivo de problemas que existe há anos no município, com apoio de todos os agentes envolvidos. É o momento de qualificar as entregas e dar continuidade à execução dos investimentos, afirma.
 
O secretário de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, Marcelo Gazen, acrescenta que o avanço na solução de entraves financeiros e jurídicos permitirá retomar obras paralisadas e avançar de forma consistente naquelas em andamento. “Ainda deixaremos um legado de melhoria no fluxo interno de validação do executado e posterior pagamento, o que tornará o processo mais eficiente”, destaca.
 
Somente no período de atuação da força-tarefa, a prefeitura realizou o pagamentos tanto de obras já finalizadas quanto de obras em andamento. Atualmente, as seis obras em andamento são o BRT João Pessoa, Trincheira da Cristóvão, Ernesto Neugebauer, Pedro Boéssio e as duplicações da avenida Tronco 3 e 4 e Tronco 1 e 2.
 
Também participou da reunião a secretária da Fazenda, Liziane Baum.

 

Gonçalo Valduga

Fabiana Kloeckner

Acompanhe a prefeitura nas redes