Serviços Urbanos

Bairro Santa Rosa de Lima tem Bota-Fora especial contra dengue

12/04/2019 17:04
Cristine Rochol/PMPA
SMSURB
Até a manhã deste sábado, devem ser removidas 30 toneladas de lixo da região

O Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) iniciou, na manhã desta sexta-feira, 12, uma edição especial do projeto Bota-Fora no bairro Santa Rosa de Lima. A medida foi tomada por causa da confirmação de casos de dengue e da continuidade do ciclo de transmissão viral no bairro da zona Norte da cidade. A atividade de Bota-Fora se estenderá até a manhã deste sábado, 13.

A equipe da Seção Norte do DMLU está executando o serviço no perímetro entre as avenidas Bernardino Silveira Amorim e Bernardino Silveira Pastoriza e a rua Alba García de Oliveira com Santa Rosa de Lima (veja no mapa). São 15 homens trabalhando com auxílio de três caminhões-caçambas, três caminhões-trucks e duas retroescavadeiras.

Já foram recolhidas 18 toneladas de resíduos nesta sexta-feira, e a estimativa é de que até a manhã de sábado o volume chegue a 30 toneladas. Também foram retirados seis focos de lixo crônicos ao longo da avenida Bernardino Silveira Amorim. A via é atendida três vezes por semana pelas equipes da Seção Norte, que removem em média 40 toneladas de resíduos. Além dos lugares fixos, também foram limpos dois locais que necessitaram manutenção por disposição inadequada de lixo.

Conforme a gerente distrital de Saúde da Região Norte-Eixo Baltazar, Bárbara Cristina Lima, em todas as residências onde foram encontrados acúmulos de resíduos, foi solicitado que o material fosse colocado na frente das casas, para que a equipe do DMLU iniciasse a coleta. Em casos em que as pessoas não conseguiram deixar os resíduos na calçada, o DMLU está auxiliando no carregamento, quando há autorização dos moradores. Podem ser dispostos eletrodomésticos, móveis quebrados, colchões e restos de obras, dentre outros materiais volumosos. 

A moradora Gladis da Conceição Lopes, residente há 42 anos no bairro, solicitou a remoção de resíduos de um terreno vizinho, porque o acúmulo estava provocando o aparecimento de focos de transmissão de dengue. ‘’A ação foi muito rápida. Na semana passada, a Secretaria Municipal da Saúde visitou o local, e hoje o DMLU já está fazendo o recolhimento. Me surpreendi com a agilidade do trabalho’’, diz ela.

Além do Bota-Fora extraordinário, o DMLU realizou, durante o último mês, 13 vistorias no bairro para fiscalizar o descarte irregular de resíduos, que poderia acarretar surgimento de focos. O Departamento também atuou com ações preventivas feitas pela equipe de educação ambiental, como plantios para eliminar proliferação de lixo e capacitações em escolas. ‘’A prefeitura está dando uma resposta firme e com a atenção que a gravidade deste fato merece, realizando uma ampla limpeza do bairro Santa Rosa de Lima, com remoção de lixo nas ruas, dentro das casas e nos pátios’’, diz o secretário municipal de Serviços Urbanos, Ramiro Rosário.

Para combater depósitos de lixo, é fundamental que a comunidade colabore, descartando os materiais de forma adequada. Além de utilizar os serviços de coleta, a população pode entregar resíduos diretamente em uma das Unidades de Destino Certo (UDC) do DMLU (clique aqui para mais informações). Outra opção são os serviços de coletas pagas, que podem ser contratados pelo telefone 156. 

O DMLU integra as secretarias municipais de Serviços Urbanos (SMSUrb) e do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams).

Dengue – Na segunda-feira, 15, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) lançará boletim semanal atualizado dos números da dengue na cidade. Até esta sexta-feira, 55 casos estão confirmados, sendo 49 autóctones, no bairro Santa Rosa de Lima, e seis importados, em diferentes bairros. Mais informações podem ser obtidas no site www.ondeestaoaedes.com.br.

 

 

Tassiane Costeira, com supervisão de Adriana Machado

Rui Felten

Acompanhe a prefeitura nas redes