Blitz educativa da EPTC na Wenceslau Escobar orienta sobre novo medidor eletrônico de velocidade

29/02/2024 10:00
Gustavo Roth/EPTC/PMPA
MOBILIDADE URBANA
A fiscalização ostensiva tem o objetivo de coibir excessos e salvar vidas

Os agentes de trânsito e transporte da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) realizaram na quarta-feira, 28, uma blitz educativa na faixa reversível da avenida Wenceslau Escobar, na Zona Sul, para orientar sobre o respeito à sinalização e a implantação do novo medidor eletrônico eletrônico de velocidade ostensivo, que entra em operação a partir de 1º de março. No final de 2023 foram registradas duas vidas perdidas na descida da faixa reversível que, após análise do Programa Vida no Trânsito, tiveram confirmado como fator de risco do sinistro de trânsito, o excesso de velocidade e o consumo de álcool.

O diretor-presidente da EPTC, Pedro Bisch Neto, que participou da ação, destacou a importância da conscientização da população para reduzir o número de vítimas no trânsito. “A lombada eletrônica é uma sinalização ostensiva utilizada para coibir o excesso de velocidade, responsável por grande parte dos sinistros de trânsito que resultam em óbitos em Porto Alegre. É preciso alertar sobre a importância do autocuidado e da percepção dos riscos para evitar o aumento do número de vidas perdidas nas ruas de nossa cidade”, destaca Bisch Neto.

Com a implantação de mais um medidor eletrônico de velocidade do tipo fixo redutor, que tem o objetivo de reduzir a velocidade dos veículos para prevenir acidentes, a capital gaúcha passa a ter 39 pontos monitorados por lombadas eletrônicas. Os medidores, equipados com display, estão situados em locais com limite de velocidade indicado por placas de trânsito e atuam como câmeras de videomonitoramento, com capacidade de leitura de placas através do sistema OCR (Optical Character Recognition).

O local, definido após estudos técnicos que apontam a necessidade de reforço na sinalização, entre os bairros Vila Conceição e Pedra Redonda, possui o limite de velocidade regulamentado em 40 quilômetros por hora.

A utilização de instrumentos eletrônicos medidores de velocidade integra as ações do Plano de Segurança Viária Sustentável (PSVS) da Capital e segue as diretrizes do Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans) para reduzir o índice de mortes no trânsito.

Programa Vida no Trânsito – Porto Alegre integra o Programa Vida no Trânsito (PVT), coordenado pelo Ministério da Saúde. Desde 2012, faz a análise de todos os sinistros de trânsito com vítimas fatais, com o objetivo de identificar os fatores e condutas de risco que resultaram em ocorrências com mortes. As causas de sinistros de trânsito decorrem, na sua maioria, de ações comportamentais dos usuários das vias. A partir da identificação desses fatores e condutas de risco, utilizados como subsídio para as áreas de educação, planejamento e fiscalização, a EPTC realiza suas ações direcionadas para a prevenção de novas ocorrências e a redução do número de vítimas no trânsito.

Localização - Para saber os locais dos medidores eletrônicos de velocidade, acesse o mapa no portal EPTC Transparente.

 

Gustavo Roth

Andrea Brasil