Nota Oficial sobre a continuidade da greve do Simpa

24/08/2018 14:49

Sem sa√≠da para uma greve sem motivos - a n√£o ser o interesse eleitoral - o Sindicato dos Municip√°rios de Porto Alegre (Simpa) intensificou o gasto publicit√°rio e as a√ß√Ķes midi√°ticas para tentar justificar o injustific√°vel. Com a realiza√ß√£o de 53 reuni√Ķes com o Simpa desde o in√≠cio do governo, o discurso sobre a ‚Äúretomada do di√°logo‚ÄĚ virou obra de fic√ß√£o. Justamente porque, todos sabem, o di√°logo sempre existiu.¬†

Ao insistir em uma paralisa√ß√£o sem sentido, a n√£o ser o proveito particular e partid√°rio de seus dirigentes militantes, o Simpa se afasta dos bons servidores que prestam servi√ßos p√ļblicos √† popula√ß√£o de Porto Alegre. Mais do que isso: penaliza as pessoas que mais precisam de atendimento essencial na sa√ļde, educa√ß√£o e assist√™ncia social no munic√≠pio.¬†

Nosso prop√≥sito √© simples: fazer a prefeitura funcionar para as pessoas. Acreditamos que a administra√ß√£o p√ļblica deve servir √† sociedade e n√£o para si mesma. Como milhares de servidores municipais t√™m feito diariamente, mantendo o atendimento √† popula√ß√£o.¬†

Temos a coragem necessária para olhar além de quem grita em um microfone. Estamos empenhados em atender as vozes silenciosas da sociedade. Estamos ouvindo e agindo para as pessoas que não têm sindicato, não têm emprego estável, não têm partido, enfim, não têm megafone.   

Apesar das imensas dificuldades financeiras, j√° fizemos muito em pouco tempo. S√≥ esta semana, entregamos o primeiro benef√≠cio do Programa Moradia Primeiro. Ap√≥s oito anos, assinamos a concess√£o da nova √Ārea Azul. Iniciamos uma nova fase no Hospital da Restinga, com mais leitos e muito mais servi√ßos √† popula√ß√£o. Conclu√≠mos a fase interna do cercamento eletr√īnico da cidade.¬†

Destravamos obras p√ļblicas e investimentos privados que estavam parados h√° d√©cadas, como a nova Orla do Gua√≠ba. Temos a√ß√Ķes importantes na √°rea da sa√ļde, educa√ß√£o, seguran√ßa e assist√™ncia social. Em s√≠ntese, estamos fazendo aquilo que o cidad√£o quer e exige: colocar a prefeitura a servi√ßo das pessoas.¬†

A sociedade j√° percebeu que a t√°tica da mobiliza√ß√£o di√°ria bruta e invasiva √© uma mera estrat√©gia de campanha eleitoral. O objetivo √© conquistar espa√ßo di√°rio na m√≠dia, mesmo que seja dentro do esp√≠rito do ‚Äúquanto pior, melhor‚ÄĚ. Mesmo que tenha como consequ√™ncia o preju√≠zo √† mobilidade urbana do trabalhador e do empreendedor, que precisam mover-se pela cidade para produzir renda.¬†

Cada dia a mais de greve - j√° s√£o 25 na atual paralisa√ß√£o - √© um novo desgaste do Simpa junto √† popula√ß√£o. Esta greve insensata tem de terminar para o bem dos verdadeiros servidores p√ļblicos. Para o bem do cidad√£o. Para o bem de Porto Alegre.¬†

Prefeitura de Porto Alegre

 

Fabiana Kloeckner