Prefeitura entrega casa de passagem para pessoas em situação de rua

25/10/2023 14:06
Alex Rocha/PMPA
DESENVOLVIMENTO SOCIAL
Prefeito Sebastião Melo conversou com acolhidos e funcionários sobre a oportunidade de reinserção social

A prefeitura entregou nesta quarta-feira, 25, na Zona Sul, uma casa de passagem para a população em situação de rua com capacidade para acolher até 50 homens adultos. A estrutura, com funcionamento 24 horas, é inédita no município, pois possibilita a primeira entrada à rede socioassistencial e permanência de três meses. O acesso ao serviço ocorre por meio de equipe técnica especializada.

Durante o período de permanência no local, o acolhido recebe atendimento, buscando promover sua reinserção social. A casa de passagem é coordenada pela Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc), em parceria com a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (Adra). Com a abertura do espaço, chegam a 1.287 as vagas oferecidas em albergues, centros POP, abrigos, pousadas ou auxílios em moradia.

"Ao lado dos nossos parceiros, estamos cumprindo importante papel de ampliar o acolhimento e oferecer oportunidade de reinserção social. Neste novo espaço, a pessoa pode tomar um banho quente, comer boa comida, dormir com dignidade e ter esperança no futuro" - Prefeito Sebastião Melo.

Alex Rocha/PMPA
DESENVOLVIMENTO SOCIAL
Acolhidos serão encaminhados para família de origem, mercado de trabalho e outros serviços sociais

Para o presidente da Fasc, Cristiano Roratto, a casa de passagem fortalece a rede socioassistencial na cidade. “Só é possível ingressar na casa de passagem após avaliação da Fasc. As pessoas acolhidas serão direcionadas a um dos serviços especializados, que encaminham para a família de origem, mercado de trabalho e outros serviços até a reorganização pessoal", explica Roratto.

Um dos acolhidos, Luiz Alberto Salvadore, 62 anos, está em situação de rua há pelo menos dois anos, após ficar com depressão devido ao falecimento da esposa. Em um primeiro momento, foi acolhido na casa de familiares, mas não se adaptou e, nos últimos meses, ficou na rua e em albergues oferecidos pela prefeitura. A expectativa sobre a casa de passagem é grande. “Eu amei aqui, recebi um kit de cobertas novas. As instalações são muito agradáveis, já me sinto em casa", disse.

O diretor da Adra, Daniel Frittoli, falou da parceria para a implementação da casa de passagem. "A intenção da Fasc de auxiliar e oferecer a essa população um suporte para a organização pessoal e reestruturação de vida fecha com o objetivo institucional da Adra, de promover justiça, compaixão e amor. Então para nós foi uma alegria poder participar desse momento para a assistência social do município, com um serviço tão importante para o apoio a pessoas em situação de rua."

Operação Inverno - Devido às chuvas que atingiram a cidade, a Operação Inverno foi ampliada até dezembro. A casa de passagem também foi aberta antecipadamente, no início de outubro, para atender demandas encaminhadas pelas equipes da rede. Das 227 vagas ampliadas em junho, 100 vagas permanecem ativas em albergues, abrigos e pousadas até o final do ano. 

 

Evelize Fabricio

Andrea Brasil

Acompanhe a prefeitura nas redes