marca-plano-diretor-poa.png

Seminário do Plano Diretor de Porto Alegre apresenta primeiros resultados

Empresa consultora Ernst & Young apresentou relatórios sobre as discussões realizadas até o momento
22/07/2023 13:55

Qual a Capital que os porto-alegrenses querem para os próximos anos? Muitos aspectos relacionados a esse tema são discutidos no Seminário Leitura da Cidade, do Plano Diretor, neste sábado. O evento, promovido pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Urbanismo e Sustentabilidade (Smamus), ocorre no auditório da Associação dos Auditores Fiscais da Receita Municipal de Porto Alegre (Aiamu), no Centro Histórico.

“Esta etapa é o encerramento da fase de leitura, após as oficinas temáticas, divididas pelos eixos que envolvem o planejamento urbano, como regularização fundiária, patrimônio histórico e ambiental, desenvolvimento econômico, entre outros”, explica o titular da Smamus, Germano Bremm. Segundo ele, nestes encontros, a sociedade teve a oportunidade de se manifestar sobre o Plano Diretor Vigente e citar os problemas de sua região. No evento deste sábado, empresa consultora Ernst & Young apresentou os relatórios com os resultados das discussões realizadas até o momento. A última atividade do período da manhã foi um painel de perguntas do público.

Durante a tarde, os Grupos de Trabalho e Eixos Temáticos apresentam, durante dez minutos cada, o resultado das discussões de cada grupo até o momento. Logo após as explanações, os representantes dos grupos e a população presente poderão fazer, até as 17h30, questionamentos para a consultoria e técnicos da prefeitura. A etapa de Leitura da Cidade iniciou em 2019, antes da pandemia. Naquele ano, foram realizadas novas oficinas temáticas nas regiões de planejamento da cidade, com a participação de 439 pessoas. Na retomada, pós-pandemia, em 2021 e 2022, foram realizadas 15 exposições interativas novamente nas regiões de planejamento e em eventos com grande circulação de pessoas como na Feira do Livro e no Acampamento Farroupilha. Essas atividades reuniram 1.308 participantes. No mesmo período, aconteceu a primeira consulta pública on-line, com 744 questionários respondidos.

No final de 2022, aconteceu o primeiro seminário do Plano Diretor, com a presença de 326 pessoas. Já neste ano, a primeira grande conferência do Plano teve 954 inscritos para três dias de debates. Em maio, as oficinas temáticas, em modelo híbrido, reuniram 732 participantes. A partir da próxima semana, as rodadas do Orçamento Participativo nas regiões vão contar com a exposição dos principais resultados colhidos até agora.

Na nova etapa de sistematização e propostas, está prevista uma série de atividade com a participação da população para analisar e discutir os cenários possíveis até a elaboração do projeto de lei a ser encaminhado à apreciação dos vereadores até o final do ano.

 

Acesse aqui no site ou PDF

(Fonte: Correio do Povo)