Programa Consumidor Turista capacita segmento de feiras e briques da Capital

31/10/2023 15:26
Hosana Aprato/SMDET/PMPA
Desenvolvimento Econômico e Turismo
Iniciativa da Prefeitura de Porto Alegre é executada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico

Na segunda-feira, 30, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SMDET) realizou mais uma capacitação do Programa Consumidor Turista. Desta vez, estiveram em sala de aula artesãos e expositores de antiguidades que integram o Brique da Redenção, o Brique de Sábado e o Arte na Praça, todas feiras da Capital.

Para a expositora e presidente da Comissão Deliberativa dos Antiquários do Brique da Redenção, Renita Stieler, as feiras são atrativos turísticos da cidade e possuem importante papel social. “O Programa Consumidor Turista é extremamente propício, adequado. O encontro foi muito proveitoso, pois abriu horizontes, expandiu o conhecimento”, disse. Ainda segundo a expositora, a prosperidade do Brique se dará através do turismo. "Por isso, precisamos nos reinventar, pois a feira tem 45 anos”, lembrou. 

O conteúdo da capacitação abrangeu os direitos e deveres do turista, além de dicas para atendimento ao visitante LGBTQIAP+ e ao turista com deficiência. O treinamento aconteceu na sede da Associação Brasileira de Agências de Viagens do Rio Grande do Sul (Abav-RS), um dos parceiros da ação. O programa já capacitou gratuitamente mais de 200 pessoas de setores como cervejarias, bares, restaurantes, hotéis, agências e guias de Turismo. “Entendemos que o treinamento e a sensibilização do trade são fundamentais para o fortalecimento do turismo na Capital”, ressaltou a secretária municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Júlia Evangelista Tavares. 

Além do trade, o projeto também chegou a mais de 500 estudantes do 4º ano do ensino fundamental de escolas municipais de Porto Alegre. As experiências foram realizadas com alunos de 29 turmas de escolas de bairros como Restinga, Belém Novo, Belém Velho, Mário Quintana e Bom Jesus. 

Cartilhas - O objetivo do programa é capacitar cerca de mil estudantes do 4º ano do Ensino Fundamental das escolas municipais e até 500 pessoas que atuam no setor de turismo, como guias, representantes de atrativos e trabalhadores em hospedagem, agências de viagens, rede de restaurantes, bares, cervejarias e similares. 

O público das capacitações recebe cartilhas com conteúdos sobre direito do consumidor turista, atendimento ao turista LGBTQIAP+ e Pessoas com Deficiência, bem como a identificação dos principais atrativos turísticos da capital gaúcha. O material foi elaborado em parceria com as secretarias de Educação e de Desenvolvimento Social.

 

Lucas Silva (estagiário) / Supervisão: Hosana Aprato

Gilmar Martins