Secretários encaminham demandas de habitação em Brasília

10/02/2021 17:17
SMHARF/PMPA
Habitação e Regularização Fundiária
Um dos principais assuntos foram os empreendimentos para reassentar famílias que saíram da Tronco em razão das obras

Os secretários municipais de Planejamento e Assuntos Estratégicos, Cezar Schirmer, e de Habitação e Regularização Fundiária, André Machado, cumpriram agendas em Brasília na terça e nesta quarta-feira, 9 e 10. Na pauta, demandas da área de habitação que passam pelo governo federal, especialmente pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e Caixa.

Recebidos pelo ministro Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional, os secretários trataram, principalmente, dos três empreendimentos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) que servirão para reassentar famílias que saíram da região da avenida Tronco em razão das obras de duplicação. Os três condomínios - Dona Zaida, Banco da Província e Jacuí - somam 356 unidades habitacionais.

Também participaram do encontro o secretário nacional de Habitação, Alfredo Eduardo dos Santos, e o senador gaúcho Luiz Carlos Heinze, que intermediou as agendas na capital federal. Na terça, a reunião foi com o vice-presidente de Habitação da Caixa Econômica Federal, Jair Luis Mahl, para discutir contratos que aguardam liberação: Pró-Moradia, Programa Casa Verde e Amarela e o FAR.

Ainda na terça, os secretários municipais estiveram com o diretor do Departamento de Produção Habitacional, Helder Melillo, e com a coordenadora geral de Regularização Fundiária, Mirna Chaves. Um dos principais eixos de atuação do município, nesta gestão, será a regularização dos lotes que já se encontram aptos, principalmente os próprios do Departamento Municipal de Habitação (Demhab).

Segundo o secretário Cezar Schirmer, os encontros foram positivos e demonstram a disposição do governo de buscar, através do diálogo, o encaminhamento para a solução de problemas da cidade. “Criamos um canal de diálogo importante a fim de superarmos alguns entraves que, na ponta, significam que não estamos entregando algo à população. Precisamos mudar esta realidade”, pondera Schirmer.

O titular da SMHARF, André Machado, afirma que a expectativa é de que seja possível ter boas notícias em breve. “Temos uma demanda habitacional grande em Porto Alegre, e parte significativa das políticas passam pelo MDR e pela Caixa. Temos, hoje, questões que foram criadas pela burocracia e pelas mudanças de governo e que precisamos enfrentar”, afirma o secretário.

 

Anderson Guerreiro

Gilmar Martins