Ampliação da equipe de mediadores interculturais fortalece saúde para imigrantes

26/06/2023 13:30
Cristine Rochol/PMPA
SMS
Novo mediador auxilia no atendimento a venezuelanos

O programa de mediadores interculturais, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) há um ano e oito meses, agora conta com um novo integrante. Nascido na Venezuela, Gabriel Arias juntou-se à equipe para fortalecer ainda mais a iniciativa. Nos últimos três meses, ele tem trabalhado para oferecer assistência e orientação aos imigrantes, a fim de garantir acesso integral dessa população ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Entre as ações já desenvolvidas, ocorreu campanha de vacinação em uma comunidade de imigrantes indígenas venezuelanos da etnia Warao, junto com profissionais da Unidade de Saúde Camaquã (fotos). A presença de um mediador intercultural é essencial nessas atividades, para garantir uma comunicação eficaz entre a equipe de saúde e a população atendida.

"Os imigrantes não vão aos postos de saúde porque têm dificuldade para se comunicar e, muitas vezes, não conseguem nem dizer que estão sentindo dor", explica Gabriel. Assim como seus colegas mediadores haitianos Youdeline Obas e Jean Junior Thevenin e a senegalesa Absa Wade, Gabriel atua como tradutor e facilitador.

Cristine Rochol/PMPA
SMS
Ações são feitas com equipes das unidades de saúde

Eles estabelecem o primeiro contato com os imigrantes, auxiliando-os a se conectar com os profissionais de saúde e garantem que recebam um atendimento adequado. O trabalho envolve pré-agendamento, acompanhando pessoalmente os imigrantes durante as consultas e também por videochamadas para atender demandas espontâneas, no acompanhamento de hospitalizações e vacinação.

Desde que iniciou em Porto Alegre, em 21 de outubro de 2021, até maio deste ano, foram realizadas 1.459 ações, com a inclusão de 222 imigrantes. Em abril de 2022, a SMS recebeu premiação nacional pela iniciativa. O Prêmio APS Forte no SUS: integralidade no cuidado é promovido pelo Ministério da Saúde e Organização Pan-Americana da Saúde no Brasil (Opas).

A capital gaúcha possui cerca de 30 mil imigrantes, considerando todas as situações migratórias, sendo a maioria de haitianos. Para solicitar acompanhamento de um mediador, é possível entrar em contato por WhatsApp no número (51) 98902-7789 ou solicitar para este e-mail.

 

Henrique Moreira (estagiário) / Supervisão: Vanessa Conte

Cristiano Vieira

Acompanhe a prefeitura nas redes