Mediadores interculturais acompanham mais de 800 atendimentos a imigrantes

27/10/2022 09:43
Cristine Rochol/PMPA
SMS
Capital ga√ļcha possui cerca de 30 mil imigrantes, mas somente 10% deles acessam as unidades de sa√ļde

H√° um ano, imigrantes haitianos e senegaleses que chegam a Porto Alegre podem contar com um importante aux√≠lio. S√£o os mediadores interculturais, que servem como tradutores e facilitadores para aqueles que residem na cidade e necessitam de atendimento pelo Sistema √önico de Sa√ļde (SUS).¬†

Em 11 meses, de outubro de 2021 a setembro deste ano, ocorreram 810 a√ß√Ķes do programa desenvolvido pela Secretaria Municipal de Sa√ļde (SMS). Foram realizadas media√ß√Ķes presenciais, remotas, em exames e situa√ß√Ķes de urg√™ncia e emerg√™ncia, al√©m da confec√ß√£o de cart√£o nacional de sa√ļde, acompanhamento de hospitaliza√ß√Ķes e campanhas de vacina√ß√£o.¬†

A enfermeira haitiana Youdeline Obas, 37 anos, √© uma das mediadoras. Vivendo na Capital desde dezembro de 2018, ela fala dos desafios de implementar a iniciativa. ‚ÄúCome√ßamos algo totalmente novo e, aos poucos, constru√≠mos as a√ß√Ķes em conjunto‚ÄĚ, conta ela, acompanhada dos colegas Absa Wade, senegalesa, e Jean Junior Thevenin, tamb√©m haitiano. ‚ÄúN√£o foi f√°cil, mas conseguimos inovar para alcan√ßar nosso objetivo, e o ano foi muito produtivo", afirma.

‚ÄúOs mediadores interculturais desenvolvem um trabalho que transcende a simples tradu√ß√£o, decodificando n√£o apenas termos entre nacionalidades, mas culturas e h√°bitos de cuidados em sa√ļde entre na√ß√Ķes‚ÄĚ, explica a assessora t√©cnica de Sa√ļde do Imigrante da Aten√ß√£o Prim√°ria, Rita Buttes. Em abril, a SMS recebeu premia√ß√£o nacional pela iniciativa. O Pr√™mio APS Forte no SUS: integralidade no cuidado √© promovido pelo Minist√©rio da Sa√ļde e Organiza√ß√£o Pan-Americana da Sa√ļde no Brasil (Opas).

A capital ga√ļcha possui cerca de 30 mil imigrantes, considerando todas as situa√ß√Ķes migrat√≥rias, sendo a maioria de haitianos. Segundo o sistema E-SUS/SMS/2020, existem cerca de 3,3 mil¬†imigrantes com cadastro ativo no Cart√£o Nacional de Sa√ļde na cidade, ou seja, que acessam as unidades de sa√ļde, aproximadamente 10% dessa popula√ß√£o.¬†

Atendimentos aos imigrantes ‚Äď Os mediadores interculturais fazem o primeiro contato com o usu√°rio imigrante ou a media√ß√£o entre ele e o profissional de sa√ļde, garantindo o acesso desde o atendimento no territ√≥rio at√© os diferentes pontos da rede de sa√ļde da cidade. Tamb√©m acompanham o imigrante no atendimento presencial, nos casos de pr√©-agendamento, e por videochamada para demandas espont√Ęneas.

Imigrantes que necessitarem da intermediação dos mediadores devem entrar em contato pelos telefones ou e-mail: 
Imigrantes haitianos: (51) 98214-0022 / (51) 98214-0044 
Imigrantes senegaleses: (51) 98214-0038
E-mail: saudedoimigrante.sms@gmail.com  

 

Vanessa Conte

Andrea Brasil