Saúde

Novo serviço de coleta alcança 26,7 mil exames em quatro meses

17/02/2020 18:48
Robson Da Silveira / SMS PMPA
SAÚDE
Equipe volante do Hospital Restinga faz o procedimento em unidades de saúde da região Extremo-Sul

A dona de casa Maria Isabel Hanza de Souza foi à Unidade de Saúde (US) Belém Novo para consulta na última sexta-feira, 14. Saiu de lá já com amostra para exames de sangue coletada. Dona Maria é uma das mais de 1.700 pessoas beneficiadas pelo serviço de coleta para avaliações laboratoriais nas cinco unidades de saúde da região Extremo-Sul da Capital. Entre outubro de 2019 e o final de janeiro deste ano, a equipe processou 26.772 exames.

Criado com o objetivo de facilitar o acesso aos usuários, o projeto é pioneiro no país e resulta de parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e o Hospital Restinga Extremo-Sul. As coletas são feitas nas unidades de saúde pelo laboratório do hospital. Dona Maria exalta a possibilidade de fazer tudo no mesmo dia. “O médico solicitou os exames, e eu já pude fazer a coleta”, conta, satisfeita por não ter precisado se locomover a outro bairro. “É difícil pra mim pegar ônibus”, diz. 

Uma vez por semana, no turno da manhã, a equipe volante do laboratório visita uma unidade de saúde. Desta forma são beneficiados também com o serviço os usuários das unidades de saúde Paulo Viaro (segundas-feiras), Ponta Grossa (terças-feiras), Lami (quartas-feiras) e Chapéu do Sol (quintas-feiras). Na US Belém Novo, os procedimentos são feitos sempre às sextas-feiras. 

O prefeito Nelson Marchezan Júnior destaca que o Município ganhou um novo conceito de gestão de saúde, com metas e produtividade. “O número alcançado nas cinco unidades de saúde atendidas pelo projeto indica uma média de 7 mil exames mensais, sem que os usuários precisem se deslocar para outros pontos da cidade ou ao Hospital Restinga para realizar o procedimento”, ressalta.“Esta é mais uma ação que reforça uma das premissas da gestão, que é ampliar e qualificar o acesso da população aos serviços de saúde”, acrescenta o coordenador da Assistência Laboratorial da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Bruno Goulart. 

A médica e coordenadora da US Belém Novo, Loren Seibel, enfatiza a importância do novo serviço. “A experiência se mostrou positiva tanto para os pacientes, que tinham que se locomover ao centro da cidade, muitas vezes com dificuldade para pagar o transporte, quanto para os profissionais, que têm o resultado dos exames on-line e podem agilizar o diagnóstico e o tratamento quando necessário”, resume. 

A assessora técnica da Gerência Distrital de Saúde da Restinga Extremo-Sul, Fernanda Chassot, enfatiza a redução do não comparecimento dos pacientes para coletas. “As pessoas deixavam de coletar, pela dificuldade de acesso ou vulnerabilidade econômica”, lembra. 


Atendimentos (pacientes) e exames, mês a mês

Outubro: 288 atendimentos - 4.378 exames

Novembro: 523 atendimentos - 8.147 exames

Dezembro: 418 atendimentos - 6.844 exames

Janeiro: 541 atendimentos - 7.403 exames

Total: 1.770 atendimentos - 26.772 exames

  

 

Patrícia Coelho

Rui Felten

Acompanhe a prefeitura nas redes