Saúde Municipal se mobiliza para vigilância do coronavírus

28/01/2020 17:29
Cristine Rochol/PMPA
SAÚDE
Serviços de saúde, hospitais e profissionais devem fazer notificação de casos suspeitos

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) emitiu, nesta terça-feira, 28, alerta aos serviços de saúde, profissionais e hospitais sobre os critérios para enquadramento de possíveis emergências por doença respiratória causada pelo novo coronavírus (2019 – nCoV). Devem ser notificados os casos suspeitos de pessoas com febre, tosse e dificuldade para respirar que tenham viajado para a China nos últimos 14 dias antes do início dos sintomas, ou tenham tido contato próximo com paciente com suspeição da doença ou com diagnóstico confirmado.

De acordo com a SMS, a febre pode não estar presente entre os sintomas do coronavírus em jovens, idosos, imunossuprimidos (com baixa imunidade) ou pessoas que tenham usado medicamento antitérmico. A chefe da Equipe de Vigilância de Doenças Transmissíveis da (EVDT), Letícia Tonding, destaca que é “imprescindível que todos os profissionais de saúde, na assistência de um caso que preencha os critérios de suspeição, façam a notificação no momento do atendimento ao paciente". As fontes notificadoras dispõem de meios de contato com a EVDT 24 horas por dia.

O procedimento, no caso de suspeita, deverá incluir a coleta de secreção nasal e fluxos para exame laboratorial, que será encaminhado pela Diretoria-Geral de Vigilância em Saúde. A coleta atende a critérios definidos pelo Ministério da Saúde, expressos no 
Boletim Epidemiológico 4, de 22 de janeiro de 2020.  

  

 

Patrícia Coelho

Taís Dimer Dihl

Acompanhe a prefeitura nas redes