Demhab divulga empresas credenciadas para o programa Compra Compartilhada

13/09/2023 18:07

A Prefeitura de Porto Alegre, por meio do Departamento Municipal de Habita√ß√£o (Demhab), divulgou nesta quarta-feira, 13, as cinco empresas habilitadas para o programa Mais Habita√ß√£o ‚Äď Compra Compartilhada.¬†O¬†munic√≠pio ir√° conceder subs√≠dio de R$ 15 mil para fam√≠lias que se encaixem nos padr√Ķes dos programas de habita√ß√£o de interesse social darem entrada na compra de im√≥veis. O processo de credenciamento foi encerrado na ter√ßa-feira, 12.

Cindy Vitali/SMHARF PMPA
HABITA√á√ÉO E REGULARIZA√á√ÉO FUNDI√ĀRIA
Nesta primeira etapa, serão beneficiadas até mil famílias com a entrada da casa própria

O secret√°rio de Habita√ß√£o e Regulariza√ß√£o Fundi√°ria, Andr√© Machado, reuniu-se com os representantes das empresas Vasco Civitas, MRV Engenharia e Participa√ß√Ķes, Lyx Participa√ß√Ķes e Empreendimentos, Tenda SPE e Tenda S.A para alinhamento do programa e defini√ß√£o dos pr√≥ximos passos.

“Há muito tempo não tínhamos um programa habitacional do Município. O Compra Compartilhada é a retomada para trazermos de volta o verdadeiro espírito do Demhab, que é garantir moradia digna e adequada para aqueles que mais precisam", ressaltou Machado. As famílias interessadas no programa Compra Compartilhada poderão realizar o cadastramento no site da prefeitura, nesta sexta-feira, 15.  

Primeira etapa ‚Äď No in√≠cio de agosto, o prefeito Melo anunciou¬†que nesta primeira etapa do programa ser√£o disponibilizados R$ 15 milh√Ķes, com recursos do Fundo Municipal de Habita√ß√£o, o que vai beneficiar at√© mil fam√≠lias com a entrada da casa pr√≥pria. As fam√≠lias poder√£o escolher im√≥veis de at√© R$ 235 mil e ser√£o respons√°veis pelo pagamento da diferen√ßa a ser financiada.

Requisitos - As famílias que poderão ser beneficiadas com o programa se enquadram nos seguintes requisitos: ter cadastro específico do Compra Compartilhada no Demhab; viver em Porto Alegre há mais de cinco anos; possuir renda familiar mensal de até R$ 4 mil; não ter sido contemplada em programas habitacionais de interesse social e não possuir propriedade ou posse de imóveis. Têm prioridade: famílias chefiadas por mulheres; residentes em áreas de risco; mulheres vítimas de violência e famílias que tenham pessoas com deficiência ou doença rara.

 

Cindy Vitali

Gilmar Martins