Transporte e Circulação

Cinco motoristas embriagados já foram retirados das ruas em 2020

05/02/2020 17:32

 

SMSEG/PMPA
SMSEG
Ações da EPTC ocorrem em blitze diurnas e na Balada Segura à noite

Em janeiro de 2020, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) registrou cinco condutores embriagados ao volante. Este comportamento é considerado infração gravíssima de acordo com o artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), com penalidade de multa e suspensão do direito de dirigir. Em 16 operações Balada Segura no primeiro mês do ano, houve 116 autuações por recusa ao teste do etilômetro. Foram recolhidas 127 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) e 46 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). Além disso, a EPTC registrou 670 autuações. As ações da EPTC têm o apoio do Detran, Brigada Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal.

Os maiores índices de infrações de trânsito são de veículo não licenciado (art. 230), condutor não habilitado (art. 162), condutor com o direito de dirigir suspenso (art. 162), alteração no sistema de iluminação (art. 230) e recusa ao teste do etilômetro (art. 165). O diretor-presidente da EPTC, Fabio Berwanger Juliano, enfatiza a importância das operações para um trânsito mais seguro na Capital. “As blitze terão continuidade na cidade, assim como nossas ações educativas. Elas são fundamentais para construirmos um trânsito mais seguro e com menos riscos de acidentes na Capital. Também contamos com a conscientização dos condutores para isso, em busca de mais segurança para todos”.

A EPTC também realiza blitze diurnas na cidade por intermédio dos agentes da Coordenação de Operações Especiais (COE). Em janeiro, houve 12 operações com um total de 247 autuações para 329 veículos abordados. Dois motoristas foram autuados por embriaguez ao volante, e 12 por recusa. 14 CNHs e 39 CRLVs foram recolhidos.

 

Ana Carolina Parise (estagiária) / Supervisão: Gabriela Duarte

Gilmar Martins

Acompanhe a prefeitura nas redes