Estamos migrando o conteúdo do antigo portal da PMPA. Se não encontrar o que está procurando, tente visitar o site antigo (link abre em nova janela).
Executivo

Entregue à população o terceiro Caps em menos de um mês

09/04/2019 14:52
Joel Vargas/PMPA
EXECUTIVO
Serviços prestados fazem parte do Plano Municipal de Superação da Situação de Rua e do Plano Municipal de Saúde Mental

A prefeitura entregou, na manhã desta terça-feira, 9, o Caps AD III da região Partenon/Lomba do Pinheiro totalmente reformado e ampliado. É o terceiro Caps aberto em menos de um mês em Porto Alegre. Os outros dois foram o Caps IV, na região central, e o Caps III, na região Norte/Humaitá/Navegantes/Ilhas. Desde 2012, não tinham sido abertas outras unidades na capital. 

Localizado na rua Dona Firmina, 144, o novo Caps será administrado pela Associação Educadora São Carlos (Aesc), credenciada por edital de chamamento público. “Esse tipo de contrato com entidades vocacionadas para atender à população é o caminho que a prefeitura decidiu seguir para enfrentar as demandas da cidade. A função da máquina pública é dizer sim a quem mais precisa, e aqui está um exemplo disso. Estamos ampliando e melhorando o atendimento em saúde mental em Porto Alegre”, disse o prefeito Nelson Marchezan Júnior. 

O serviços que serão prestados no local fazem parte do Plano Municipal de Superação da Situação de Rua e do Plano Municipal de Saúde Mental de Porto Alegre. O novo Caps  é especializado no tratamento de dependentes de álcool e drogas. 

Ao ressaltar que desde 2012 não tinham sido abertos Caps em Porto Alegre, o secretário de Saúde, Pablo Stürmer, enfatizou que cada pessoa precisa ser tratada da forma mais adequada para enfrentar o problema da dependência. “É isto que estamos buscando com a reformulação da rede de saúde, ampliando atendimento, abrindo leitos e novas unidades, além de contratarmos residenciais terapêuticos”, afirmou.

Acolhimento - A presidente do Hospital Mãe de Deus, Irmã Lúcia Boniatti, lembrou da importância de se pensar em políticas públicas para a saúde mental. “Este lugar acolhedor faz com que aqueles que chegam aqui para se tratar se sintam em casa. Ajudar as pessoas é o tipo de obra que vale a pena”, frisou. Ela fez também um agradecimento ao prefeito, ressaltando que ele está presente nas ruas e “não fica atrás da mesa”.

Já o vereador Reginaldo Pujol afirmou que a aplicação do dinheiro público nesse tipo de serviço deve ser valorizada. “Este é um exemplo da destinação eficiente e correta dos poucos recursos de que dispomos. Cabe aos vereadores fiscalizar e incentivar ações como esta.”

Também participaram do evento o vice-prefeito Gustavo Paim; o secretário de Comunicação, Orestes de Andrade Jr.; o vereador Moisés Barboza; o superintendente-geral da Aesc, Fernando Barreto; o superintendente de Finanças João Batista Feijó; a gestora de Serviços de Saúde Mental, Arlete Fante; a coordenadora do novo Caps, Taís Bennemann; o responsável médico, Edgar Klein; a coordenadora do Caps Cavalhada, Silvane dos Santos; a coordenadora do Conselho Distrital de Saúde da Região Partenon, Rosa Helena Cavalheiro; a coordenadora do Pronto Atendimento Mental do IAPI, Adriana Witter; a coordenadora do Caps AD III Pernambuco, Kacyelle Jacinto; e a coordenadora do Caps AD IV Céu Aberto, Danara Dalagnol.

 

 

Elisandra Borba

Rui Felten