Executivo

Prefeitura inicia monitoramento do índice de isolamento social

15/05/2020 18:35
Jefferson Bernardes/PMPA
COMUNICAÇÃO
Sistema vai estimar a movimentação de pessoas com base em sinais de celulares

A Prefeitura de Porto Alegre começa a monitorar, nesta sexta-feira, 15, os índices de adesão ao isolamento social na cidade. O objetivo é obter bases estatísticas para ampliar a assertividade da tomada de decisões do poder público durante a pandemia do coronavírus e incentivar a conscientização da população sobre a necessidade das medidas de distanciamento social para frear a velocidade do contágio da Covid-19.

A iniciativa é fruto de acordo assinado pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior com a empresa InLoco, detentora exclusiva de tecnologia de geolocalização certificada pela Associação Brasileira das Empresas de Software. O sistema compartilhado pela InLoco, sem custos para a prefeitura, reúne cerca de 540 mil celulares da Capital, cujos dados terão uso meramente estatístico, com proteção das garantias e dos direitos fundamentais de privacidade dos usuários de telefonia.

“Estamos permanentemente em busca de evidências científicas para ampliar a compreensão dos impactos da pandemia na vida da cidade, e tudo indica que o isolamento pode ajudar a diminuir a velocidade de contaminação do coronavírus. Com a compreensão mais detalhada dos deslocamentos em diferentes regiões da Capital, poderemos adotar medidas mais precisas em resposta ao comportamento dos porto-alegrenses e à progressão epidemiológica", diz Marchezan. "Disponibilizamos testes a toda a população com sintomas gripais, mantemos sob controle a demanda por nossas estruturas de saúde e agora estamos avançando também nos mecanismos de monitoramento da circulação de pessoas.”

Estimativa - Para calcular a estimativa de movimentação de pessoas com base nos sinais de celulares, a InLoco divide o mapa de Porto Alegre em centenas de pequenos núcleos com raio de 450 metros cada um. Em cima disso, verifica quantos celulares transitam de um núcleo para outro a cada dia. Os dados são inteiramente anônimos, respeitam a privacidade dos usuários e preservam a segurança de dados individuais, que não ficam disponíveis.

“Tudo que conseguimos ver é o percentual de aparelhos que ultrapassam essa fronteira entre os núcleos. Desta forma, conseguiremos projetar o nível de isolamento em todas as zonas da cidade e, com isso, planejar ações de saúde, assistência social e de comunicação direcionadas a bairros específicos, suportando a tomada de decisão do Município”, detalha o diretor de Estrutura e Tecnologia da Informação da Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão (SMPG), Fabiano Monaiar.

O acordo com a InLoco terá validade de três meses, mas poderá ser prorrogado até 18 de dezembro, a depender do comportamento epidemiológico da Covid-19 em Porto Alegre.
 

Para mais informações sobre o coronavírus, clique aqui.

Veja aqui as últimas notícias sobre a pandemia   

  

 

Andreas Müller e Vanessa Sampaio

Fabiana Kloeckner

Acompanhe a prefeitura nas redes