Agora, este é o portal oficial da Prefeitura. Se não encontrar o que precisa, utilize o menu, acesse uma secretaria específica e localize o respectivo link de acesso ao site antigo.
Executivo

Vila Nova terá 66 novos leitos para pacientes com Covid-19

31/03/2020 12:29
Jefferson Bernardes/PMPA
EXECUTIVO
Prefeito Nelson Marchezan Júnior e Governador Eduardo Leite visitaram novo espaço na manhã desta terça

Em 30 dias, a Associação Hospitalar Vila Nova (AHVN) contará com mais 66 leitos clínicos. O espaço será destinado para pacientes infectados com a Covid-19 (novo coronavírus) que necessitarem de internação de média complexidade. O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira, 31, pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior e o governador Eduardo Leite, que visitaram as obras no hospital. 

O presidente da AHVN, Dirceu Dal’Molin, explica que serão montadas duas unidades  onde já existem a estrutura física, porém ainda não há divisórias, equipamentos e leitos. “O local será custeado pela Prefeitura de Porto Alegre, com recursos da ordem de R$ 3,5 milhões”, diz.

Segundo ele, as duas unidades, contando com 33 vagas cada uma, deverão ser entregues no dia 30 de abril. “Quando houver a necessidade de encaminhamento para a UTI, utilizaremos os hospitais de referência Conceição e Clínicas”, acrescenta Dal’Molin. O hospital conta ao todo com 506 leitos.

Marchezan ressalta a parceria com a associação e o sucesso do modelo de serviço público não estatal. “Este é o formato que acreditamos, uma medida rápida e eficiente que pode salvar a saúde de Porto Alegre, do Estado e do país”, afirma o prefeito. O prefeito lembra que o Vila Nova é um hospital privado que atende 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e é o único a oferecer com veículos próprios o transporte de pacientes de pronto atendimentos para o hospital. “Esta equipe está de parabéns. Temos uma relação muito séria com a instituição e já ampliamos 99 leitos de retaguarda, expandimos a oftalmologia e zeramos a fila graças a essa parceria”, afirma.

O governador anunciou que o Estado está viabilizando R$ 6 milhões, sendo R$ 3 milhões da bancada federal gaúcha e R$ 3 milhões de recursos próprios para enfrentar a pandemia. “Os recursos serão utilizados para abertura imediata de 20 novos leitos de UTI. Outros 20 necessitam de obras e serão disponibilizados em parceria com o Vila Nova, que assumirá o Hospital de Taquara”, completa Leite. Também acompanharam a visita o secretário municipal da Saúde, Pablo Stürmer; o adjunto, Natan Katz; a diretora do Departamento de Assistência Hospitalar e Ambulatorial do Estado, Lisiane Fagundes; o diretor do Departamento de Regulação Estadual, Eduardo Elsade, entre outros integrantes da diretoria do Grupo Hospitalar Vila Nova.

Tendas - O Vila Nova é um dos seis locais de Porto Alegre com tendas para atender pacientes com suspeita de Covid-19 (novo coronavírus). Essas estruturas funcionam em um sistema de “fast-track”, agilizando o atendimento dos pacientes e evitando a circulação das pessoas dentro do ambiente hospitalar. Essas medidas também protegem os outros pacientes que não têm suspeita da doença. Pacientes com quadros que necessitam internação são encaminhados para os serviços hospitalares.

Nesta segunda-feira, 30, teve início o atendimento no Vila Nova. O serviço, que funciona das 7h às 19h, está localizado ao lado do setor de Emergência e conta com médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, profissionais da área administrativa e de higienização. A prefeitura reforça que pacientes com quadros gripais (febre e tosse, dor de garganta ou dificuldade de respirar) procurem os postos de saúde ou as tendas para avaliação.


Para mais informações sobre o coronavírus, clique aqui.

Veja aqui as últimas notícias sobre a pandemia.

 

Lissandra Mendonça

André Malinoski

Acompanhe a prefeitura nas redes