Meio Ambiente e Sustentabilidade

Smams alerta para o período de reprodução de espécies silvestres

13/09/2020 15:11
Soraya Ribeiro / Divulgação PMPA
Como lidar com a presença de gambás no pátio de casa
Gambás buscam o canto mais reservado da casa, onde ficam durante o dia

A primavera começa oficialmente no dia 22 de setembro, época do ano em que ocorre a reprodução de muitas espécies nativas silvestres. A  Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams) alerta que, em função dos cuidados com seus filhotes, esses animais se tornam mais vulneráveis. Em poucos dias, podem ser contabilizados dezenas de atendimentos a gambás feridos.

Com a aproximação dos centros urbanos do habitat dessas espécies, é comum encontrá-los revirando lixo e buscando frutas em árvores. Ao tentar espantá-los, as pessoas, muitas vezes, acabam por machucá-los. Mesmo que pensem em ajudar, mexer nessas ninhadas é prejudicial aos animais. São animais de hábitos noturnos, assim o correto é deixá-los acomodados durante o dia, enquanto dormem, e esperar que partam à noite por conta própria, o que sempre acontece.

Como se prevenir – Antes que retornem em busca de um canto na casa, o mais recomendado é vedar as aberturas entre os telhados e forros. O lixo deve estar sempre bem acondicionado e, quem tem cães e gatos, deve evitar deixar sobras de rações todo o dia. Mas se o gambá já estiver acomodado em alguma árvore no quintal, deixe-o escolher a hora adequada para sair.

Os gambás (Didelphis albiventris) são animais marsupiais, assim como os coalas e cangurus, e importantes ecologicamente por dispersarem sementes de frutas e controlarem a população de algumas pragas como escorpiões e aranhas.

Outros animais - Os cuidados valem também para outros animais silvestres frequentes entre a primavera e o verão, como os morcegos, importantes no controle de pragas agrícolas e insetos nas zonas urbanas. Nesta época, ocorre a proliferação de diversos insetos como baratas, mosquitos, cupins, mariposas. Com o calor, os forros das casas passam a ter temperaturas que podem se aproximar a 60 graus, o que torna a cidade um local adequado para servir de maternidade a estes animais.

Contato - Alertas sobre a presença de animais silvestres, especialmente quando encontrados feridos ou em perigo, devem ser encaminhados à Smams pelo telefone (51) 3289-7517, no horário das 8h30 às 12h, e das 13h30 às 18h.

Ari Teixeira

Gilmar Martins

volta às aulas em porto alegre

Acompanhe a prefeitura nas redes