Prefeitura promove Feirão de Empregos no Rubem Berta

23/10/2021 08:44

  

Cesar Lopes/ PMPA
EXECUTIVO
Bairro da Zona Norte recebe as ofertas de vagas de trabalho do Sine neste sábado

Em parceria com a Fundação Gaúcha do Trabalho e  Assistência Social (FGTAS), a unidade do Sine Municipal promove um Feirão de Empregos para a comunidade do bairro Rubem Berta neste sábado, 23. O evento será na Escola de Samba Imperatriz Dona Leopoldina, na Estrada Martin Félix Berta, 38, das 8h30 às 17h. Interessados devem levar um documento com foto e comprovante de residência. No total, 491 ofertas de emprego serão disponibilizadas entre as empresas participantes e as vagas gerais do sistema. O setor da construção civil e serviços de portaria estão com o maior número de vagas.

No Feirão, a equipe técnica vai analisar o perfil dos candidatos e encaminhar para as entrevistas de emprego nas empresas participantes da ação. “Estamos na quarta edição deste projeto dos feirões. A cada mês, fica comprovado o resultado positivo dessa aproximação com as comunidades dos bairros mais distantes. Ficamos gratificados em ver que fazemos alguma diferença na vida dessas pessoas”, diz o diretor do Sine Municipal, Adriano Weinmann. A Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc) também estará presente com atendimento e orientações. A Procempa é a parceira para a rede de informática necessária aos atendimentos do sistema de vagas.

Haverá doação de roupas e calçados adequados para entrevista de emprego, arrecadados pelo projeto Manobra Solidária e pelo Cabide Solidário do Sine. O grupo Mar e Mar Hotéis oferecerá café aos trabalhadores enquanto aguardam atendimento.

Mercado - Os dados nacionais apontam uma recuperação do mercado de trabalho com menos intensidade em outubro, segundo o Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) divulgado pela Fundação Getúlio Vargas. O IAEmp, que antecipa os rumos do mercado de trabalho no Brasil, subiu 2,9 pontos e foi a 84,9 pontos em outubro, no sexto mês seguido de ganhos, porém mostrando desaceleração da recuperação desde julho. O Indicador Coincidente de Desemprego (ICD) ficou estável pelo segundo mês seguido, a 96,4 pontos, segundo a FGV. O ICD é um indicador com sinal semelhante ao da taxa de desemprego, ou seja, quanto menor o número, melhor o resultado.

Maria Emilia Portella

Andrea Brasil