Desenvolvimento Social e Esporte

Dia Internacional do Orgulho LGBT será comemorado com ação solidária neste domingo

28/06/2020 08:27

 

Maria Ana Krack / PMPA
DESENVOLVIMENTO SOCIAL E ESPORTE
Ação visa recolher donativos para famílias LGBTQI

A tradicional Parada LGBTQI terá um novo formato neste domingo, 28. Aliados às ações da prefeitura para a prevenção ao novo coronavírus, os organizadores aceitaram a sugestão municipal para a realização de um ato solidário. Um drive-thru será realizado no Parque Farroupilha, das 10h às 17h, nas proximidades da avenida Setembrina, a fim de arrecadar agasalhos, cobertores e alimentos. As apresentadoras das duas paradas que ocorrem em Porto Alegre, Glória Cristal e Charlene Voluntaire, estarão presentes para receber os donativos.

As doações vão beneficiar as famílias LGBTQI de Porto Alegre que se encontram em alta vulnerabilidade social neste momento. “Se todos os anos nos reunimos para uma festa de comemoração, mais do que nunca, é necessária uma união para ajudar esta comunidade que também passa por sérias dificuldades neste momento de pandemia”, observa o coordenador da Diversidade Sexual e de Gênero da Secretaria de Desenvolvimento Social e Esporte, Daniel Boeira. A ação tem parceria do Governo do Estado, representado pela Coordenadoria  Estadual de Diversidade Sexual.

A data - Desde 2019 o Dia Internacional o Orgulho LGBTQI está incluído no calendário de datas comemorativas e de conscientização de Porto Alegre. Em 28 de junho de 1969, as pessoas que frequentavam o bar Stonewall Inn, até hoje um local de frequência de gays, lésbicas e trans, entraram em confronto com policiais por três dias. O conflito entre clientes e a polícia repercutiu em grande escala, tornando-se referência mundial na luta pela livre expressão sexual. O episódio resultou na organização da primeira parada do orgulho LGBT. Atualmente as paradas são realizadas em quase todos os países do mundo e em muitas cidades do Brasil ao longo do ano.

Orgulho LGBT - Atualmente ampliado para LGBTQI+, é o conceito que apoia gays, lésbicas, bissexuais, transexuais, queens e intersex a ter orgulho da sua orientação sexual. Nesse contexto, a palavra orgulho é utilizada como um antônimo de vergonha. Orgulho, neste sentido, é uma afirmação de cada indivíduo e da comunidade como um todo.

Para mais informações sobre o coronavírus, clique aqui.

Veja aqui as últimas notícias sobre a pandemia.

  

 

Maria Emilia Portella

Andrea Brasil

Acompanhe a prefeitura nas redes