Infraestrutura e Mobilidade Urbana

Prefeitura debate Arroio Areia com comunidade da Anita Garibaldi

05/12/2019 16:47
Luciano Lanes / PMPA
INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA
Obras objetivam amenizar alagamentos e acúmulos de água na região

A prefeitura realizou na manhã desta quinta-feira, 5, reunião com representantes dos moradores do entorno da rua Anita Garibaldi impactados pelas obras da macrodrenagem da Bacia Hidrográfica do Arroio Areia. A região recebe atualmente intervenções da chamada C1, obra de implantação de galerias subterrâneas entre as ruas Azevedo Sodré, Libero Badaró e Desembargador J. B. de Medeiros, que está em fase de conclusão. também foi tratado o início das obras da C2, trecho entre ruas Desembargador José Bernardo de Medeiros e Tomaz Gonzaga, que tem previsão para janeiro de 2020.

O encontro teve como objetivo esclarecer e aproximar a comunidade da equipe técnica responsável pelas obras. “Nossa intenção é continuar a fazer assim como nas demais regiões onde temos grandes obras em execução: manter o diálogo com a comunidade na busca pela redução dos transtornos gerados pelas intervenções. Trata-se de obras extremamente importantes para Porto Alegre e queremos encontrar em conjunto saídas para que o impacto, tanto no dia-a-dia dos moradores, quanto do comércio local”, garante o secretário-adjunto de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, Nelcir Tessaro.

As intervenções no trânsito, fonte de grande parte dos questionamentos dos moradores, também foram esclarecidas pelos técnicos da prefeitura. “Estamos em contato com os moradores e comerciantes da região para nos colocar à disposição e encaminhar as demandas para minimizar os transtornos causados pelas alterações no trânsito durante o período das obras”, destaca Sandro de Leon, assessor Comunitário da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).

Os bloqueios ocorrerão em etapas para que ocasionem o menor impacto possível e serão sinalizados com as devidas indicações sobre os desvios e ajustes que podem ser feitos conforme o avanço das obras.

Macrodrenagem do Arroio Areia – As obras de ampliação do sistema de macrodrenagem do Arroio Areia tem por objetivo amenizar alagamentos e acúmulos de água na região.  Engloba 26 intervenções, o maior conjunto de obras de drenagem da história recente de Porto Alegre e tem investimento da União de R$ 107,2 milhões (nesse valor está incluída a verba para os trabalhos sociais e apoio à fiscalização de obras). Os recursos, a fundo perdido, são provenientes do Plano Nacional de Gestão de Risco e Resposta a Desastres Naturais, o chamado PAC Prevenção, e têm uma contrapartida financeira de R$ 1,3 milhão da prefeitura.

Iniciadas em junho de 2018, possuem atualmente quatro intervenções em andamento: os reservatórios da R1 - Praça Lopes Trovão (com capacidade de 6.852,38 m³) e da R2 - Praça Francisco Guerra Blessman (com capacidade de 7.678,22 m³) e as obras lineares da F1 - da Plínio Brasil Milano, seguindo pela rua Cacequi e rua Veranópolis até proximidades da viela Santo André e da C1 – na rua Anita Garibaldi, entre as ruas Azevedo Sodré, Libero Badaró e Desembargador J. B. de Medeiros.

 

Orlando Adriano Moraes, Gustavo Roth

Taís Dimer Dihl

Acompanhe a prefeitura nas redes