Estamos migrando o conteúdo do antigo portal da PMPA. Se não encontrar o que está procurando, tente visitar o site antigo (link abre em nova janela).
Saúde

Novo Caps para dependência química tem conceito diferenciado

02/04/2019 13:23
Jefferson Bernardes/PMPA
EXECUTIVO
Interior do prédio lembra uma galeria de arte ou instalação de co-working

Porto Alegre ganhou nesta terça-feira, 2, um Centro de Atenção Psicossocial - Caps AD III moderno e acolhedor para atender pessoas com dependência de álcool e drogas. Ao entrar no prédio, localizado na Avenida Pernambuco, 1.700, no 4º Distrito, o público parece estar em uma galeria de artes ou em uma instalação de co-working. As paredes grafitadas pelo artista David Bizer, o pé direito alto e uma equipe altamente preparada para atender quem procura ajuda para se livrar da dependência química são diferenciais que a saúde mental tem buscado em Porto Alegre, conforme destaca o prefeito Nelson Marchezan Júnior. “Este é um atendimento 100% SUS, executado por uma instituição vocacionada. Entregar serviços de qualidade é possível, sim, na máquina pública”, ressaltou.

Além da reforma da estrutura, o local aumentou de 10 para 12 os leitos de permanência noturna. A administração será realizada pela Associação Educadora São Carlos (AESC), habilitada por edital de chamamento público. O secretário de Saúde, Pablo Stürmer, lembra que a contratualização dos serviços é o caminho escolhido pela gestão para a prestação de bons serviços e de forma mais ágil à população. “O SUS não precisa ter uma estrutura precária, não precisa ser estatal e pode estar mais perto de quem precisa. Esta é uma diretriz deste governo, e vamos cada vez mais abrir serviços neste formato para quem mais necessita”, destacou.

Jefferson Bernardes/PMPA
EXECUTIVO
Local aumentou de 10 para 12 o número de leitos de permanência noturna

A presidente do Hospital Mãe de Deus, Irmã Lucia Boniatti, classificou a entrega como uma verdadeira política pública de acolhimento. “Este é um momento em que a gente dá uma resposta efetiva ao povo e  responde àquilo que a população vulnerável, excluída, pobre e sem assistência pode receber, com acolhimento num ambiente como este”, frisou. O secretário-adjunto estadual de Segurança Pública, coronel Marcelo Gomes Frota, afirmou que “um espaço assim traz dignidade à pessoa humana”.

O serviços prestados no novo Caps fazem parte do Plano Municipal de Superação da Situação de Rua e do Plano Municipal de Saúde Mental de Porto Alegre. A capital conta hoje com 12 Caps, além do Caps IV (Céu Aberto), inaugurado na última sexta-feira, 29. A previsão é de abertura de mais unidades nas próximas semanas.  

Tipos de Caps
 

Caps AD II - sem leitos, funciona das 8h às 18h

Caps AD III –12 leitos, recebe pacientes até as 18h, abriga usuários no período noturno, 24 horas

Caps AD IV - 20 leitos, com psiquiatra e atendimento 24 horas   

 

Elisandra Borga

Matheus Beust