Agora, este é o portal oficial da Prefeitura. Se não encontrar o que precisa, utilize o menu, acesse uma secretaria específica e localize o respectivo link de acesso ao site antigo.
Saúde

Prefeitura alerta para importância da vacinação de crianças e gestantes

22/05/2020 08:28
Anselmo Cunha/PMPA
SAÚDE
Grupos prioritários estão mais sujeitos a complicações após a infecção do vírus influenza
É baixa a procura em Porto Alegre pela vacinação de alguns grupos prioritários na campanha contra a gripe. A meta da prefeitura é imunizar 81,3 mil crianças de seis meses a menores de seis anos, 12,5 mil gestantes e 2 mil puérperas (mulheres que recém deram à luz). Até o momento, faltando duas semanas para o encerramento da campanha em 5 de junho, foram vacinadas 21.925 crianças, 2.895 gestantes e 432 puérperas. Os quantitativos do Ministério da Saúde correspondem a 90% da estimativa populacional.

Os grupos prioritários da campanha de vacinação contra a gripe estão mais sujeitos a complicações após a infecção do vírus influenza. As crianças têm maior probabilidade de sofrer com pneumonias e outros casos graves, que podem ser fatais. Já as puérperas, além de apresentarem alterações no sistema imune que predispõem a sintomas graves, passam anticorpos contra o influenza para os recém-nascidos na amamentação.  
 
Crianças devem ser vacinadas nas unidades de saúde para manter o acompanhamento do calendário vacinal. Já os outros públicos podem se dirigir a uma unidade de saúde ou às farmácias parceiras do Município. Para evitar aglomerações, são mais de 150 locais disponíveis até 5 de junho (confira antes de sair de casa). Na próxima quarta-feira, 27, a prefeitura vai oferecer a opção de atendimento em drive-thrus (menos para crianças).
 
O Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI) dessa quinta-feira, 21, mostra que foram aplicadas 518,7 mil doses no público-alvo da campanha, que corresponde a 72,5% da meta geral de 715 mil pessoas em Porto Alegre. A vacina não protege contra o novo coronavírus, mas evita complicações causadas pelos vírus influenza A H1N1, influenza A H3N2 e influenza B linhagem B/Victoria, que podem levar o paciente a internações hospitalares.
 
Vacinação em Porto Alegre até 21 de maio: 518.729 doses aplicadas
 
Idosos - 248.436
Trabalhadores de saúde - 95.992
Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis (comorbidades) - 94.365
Crianças - 21.925
Gestantes - 2.895
Puérperas – 432
Pessoas com deficiência - 1.167
Forças de segurança e salvamento - 24.082 pessoas
Trabalhadores do transporte coletivo - 5.529
Caminhoneiros - 1.353
Portuários – 434
Povos indígenas – 591
População privada de liberdade - 4.139 pessoas
Funcionários do sistema prisional - 1.163
Adultos de 55 a 59 anos - 13.280
Professores - 2.946

Para mais informações sobre vacinação, clique aqui.

Para mais informações sobre o coronavírus, clique aqui.

Veja aqui as últimas notícias sobre a pandemia   

 

Vanessa Conte

Taís Dimer Dihl

Acompanhe a prefeitura nas redes