Executivo

Firmado o maior contrato de capina da história recente de Porto Alegre

09/01/2020 12:44
Cesar Lopes / PMPA
EXECUTIVO
Marchezan: Unificação vai ampliar e qualificar os serviços de capina

Como resultado das reformas aprovadas nos três primeiros anos de governo para reequilibrar as finanças de Porto Alegre, a prefeitura volta agora a investir mais intensamente na qualificação dos serviços.  A administração municipal viabilizou o maior contrato da história recente da Capital para capina, roçada e limpeza de vias, avenidas e praças, que terão aplicação de R$ 40,4 milhões ao longo de 2020. Nesta quinta-feira, 9, o prefeito Nelson Marchezan Júnior, o secretário municipal de Serviços Urbanos, Ramiro Rosário, e a equipe da secretaria vistoriaram, junto com a Cootravipa, a Praça José Dornelles Medina, na Vila Ipiranga.

O contrato prevê a unificação dos serviços e tem o objetivo de ampliar a eficiência do atendimento à população. A medida significa melhor aproveitamento das equipes e equipamentos, entregas completas em bairros, maior rigor e agilidade na fiscalização do trabalho e aumento da frequência de execução. A programação dos serviços também será mais transparente, com divulgação diária e semanal das atividades.

Além disso, a medição ocorrerá por produtividade, o que permite o uso de novas tecnologias para aumento da produção. Entre as inovações, estão o uso de GPS nas equipes, ponto biométrico, fotos do antes e depois dos serviços e pagamento por produtividade, e não mais por hora-homem.

“Estamos dando mais um importante passo ao unificarmos os serviços para focar na produtividade, no controle e na fiscalização”, ressalta o prefeito Nelson Marchezan Júnior. “A cidade ficou seis anos sem ter o serviço de capina de vias licitado. Quando assumimos, inclusive, o trabalho estava completamente paralisado”, acrescenta o secretário  Ramiro Rosário.

Como o formato de licitação foi por registro de preços, a mesma prestadora de serviços poderá ser contratada por outros órgãos municipais para fazer capina em locais como postos de saúde e escolas. Antigamente, o Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) retirava equipes da rotina da cidade para atender esses espaços.

Como será:

Capina de vias
Previsão de execução de 37.800 quilômetros por ano, o que representa aumento de 210% em relação ao período anterior a 2017. Programação sazonal com retorno em 30 dias nos, meses de calor, e 60 dias nos meses frios.

Capina e roçada de praças
Previsão de execução de 4.500 hectares, que representam aumento de quase 400 hectares em relação ao período anterior a 2017. Programação sazonal com retorno em 30 dias, nos meses de calor, e 60 dias nos meses frios.

Roçada de avenidas
Previsão de execução de 2.700 quilômetros de roçada por ano.

 

 

 

 

Gonçalo Valduga

Rui Felten

Acompanhe a prefeitura nas redes