Desenvolvimento Econômico

Operação integrada fiscaliza mais de oito mil estabelecimentos na pandemia

16/05/2020 13:12
Alex Rocha/PMPA
DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO
Equipes de fiscalização percorrem Capital para garantir cumprimento dos decretos municipais

Mais de oito mil estabelecimentos já foram fiscalizados pela Prefeitura de Porto Alegre com o objetivo de garantir o cumprimento das normas para combater a proliferação do coronavírus. A operação Esforço Concentrado Covid-19 verificou 8.189 comércios, indústrias e serviços entre 31 de março e 15 de maio. Coordenada pelo Escritório de Fiscalização, a ação reúne agentes de oito órgãos municipais, que percorrem a Capital para assegurar o cumprimento dos decretos municipais. Dos locais fiscalizados até o momento, 188 foram interditados.

A operação fiscaliza também os setores de transporte, obras, praças e parques, bem como orienta as pessoas individualmente. Já foram averiguados 5.810 ônibus, táxis e lotações. Da mesma forma, foram 3.851 verificações de praças e parques e 3.635 pessoas orientadas a permanecer em casa e tomar os cuidados de saúde necessários. Em relação às obras, foram 209 inspeções e 18 interdições. Paralelamente, com a operação #FiqueEmCasa, foram feitas 56 barreiras nas entradas da cidade com caminhões de som que alertaram a população a só sair de casa para o essencial.

“Nossas equipes estão nas ruas porque precisamos que os porto-alegrenses entendam que estamos liberando as atividades de forma gradual e baseada em evidências. O objetivo não é interditar ou multar ninguém, mas precisamos garantir que as medidas sejam respeitadas para ajudar no combate à Covid-19”, defende o prefeito Nelson Marchezan Júnior.

Participam das ações fiscais da Diretoria de Fiscalização - SMDE, Procon Porto Alegre, Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams), Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), Guarda Municipal e Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade (Smim).

Como denunciar - Para denunciar o descumprimento dos decretos, é preciso ligar para o telefone 156 e digitar a opção 5 - fiscalização por descumprimento das normas de coronavírus. O cidadão será direcionado para falar com um atendente.

Para mais informações sobre o coronavírus, clique aqui.
Veja as últimas notícias sobre a pandemia.

Juliane Soska

Gonçalo Valduga

Acompanhe a prefeitura nas redes