Água e Esgotos

Reforma de bomba fortalece operação em estação pluvial perto da Arena

26/05/2020 15:51
Cristine Rochol / PMPA
Dmae reinstalou, nesta terça, equipamento restaurado em estação que atende o local

O Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) reinstalou, nesta terça-feira, 26, uma das bombas da Estação de Bombeamento de Águas Pluviais (Ebap) de número 5, localizada na rua Voluntários da Pátria e que atende a região próxima à Arena do Grêmio. A bomba havia sido retirada no início de maio para reforma. A novidade é que, com o equipamento prolongado, ele poderá ser acionado mesmo quando o nível da água no poço estiver mais baixo, o que vai otimizar a operação da casa de bombas mesmo sem aumentar a capacidade de vazão. O Dmae prevê aplicação de R$ 105 mil.

“É importante lembrar que as melhorias na Ebap 5 começaram ainda em 2017, quando a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb) assumiu a manutenção do sistema pluvial do extinto Departamento de Esgotos Pluviais (DEP), e ocorreram, especialmente, graças às doações de equipamentos e serviços da Associação das Empresas dos Bairros Humaitá-Navegantes (AEHN). Desde então, a região, que sofria historicamente com alagamentos, percebeu uma diminuição considerável do problema”, afirma a secretária municipal interina de Serviços Urbanos, Luciane Skrebsky de Freitas. 

Por iniciativa de empresários, naquele mesmo ano a estação recebeu conserto nas bombas 2 e 3, que estavam avariadas, reforma das comportas de descarga, substituição das grades dos poços de captação, manutenção do gerador e outras melhorias. O investimento foi de R$ 123 mil. Antes do conserto, das cinco bombas existentes, apenas duas estavam em operação. 

Com capacidade instalada de vazão de 10.250 litros por segundo, a casa de bombas atua agora com 10 mil litros por segundo e quatro bombas em funcionamento. Uma outra bomba pequena, de 250 litros por segundo, está em manutenção. “Essa é mais uma das ações programadas pelo Dmae, que, desde a incorporação dos serviços pluviais, em maio de 2019, já aplicou R$ 5,1 milhões apenas na modernização mecânica das Ebaps”, diz o diretor-geral do Departamento, Darcy Nunes dos Santos. Confira mais investimentos aqui

Estações - As 22 Ebaps em operação contam com um total de 96 bombas e capacidade instalada de 181.600 litros por segundo. Em 2017, atuavam com 40% da capacidade instalada, e hoje, depois de uma série de reformas, estão em 80%. Elas compõem o Sistema de Proteção Contra Inundações, do qual fazem parte também tubulações, diques e comportas - os muros da Mauá e da Castello Branco. As estações foram construídas na década de 1970 para drenar a água das chuvas até o rio Gravataí e o Lago Guaíba. Todo o complexo evita o retorno das águas para as redes e o transbordamento de canais, bocas de lobo e os chamados poços de visita existentes nas vias públicas.

  

 

Rafaela Redin

Rui Felten

Acompanhe a prefeitura nas redes