Meio Ambiente e Sustentabilidade

Prefeitura retoma obras de revitalização da área do antigo Timbuca

23/06/2020 17:22
Sergio Louruz/ PMPA
MEIO AMBIENTE
A partir de outubro, população passa a contar com espaço localizado às margens do Guaíba

Após paralisação decorrente dos impactos provocados pela pandemia do novo coronavírus, as obras de qualificação da Orla da Vila da Assunção, na área onde funcionava o antigo bar Timbuca, foram retomadas nesta semana. A partir de outubro, a população passará a contar com mais um espaço público às margens do Lago Guaíba. 

Com cerca de 1/3 das obras já executadas, o tradicional ponto de contemplação do Guaíba e de prática de esportes está recebendo arquibancadas em concreto (96 m²), três novas escadas (com demolição das existentes), duas rampas de acessibilidade e 458 m² de piso podotátil para facilitar o acesso de pessoas com deficiência visual e baixa visão. A revitalização inclui ainda 30 bancos, oito lixeiras e área de estar com aparelhos de ginástica - duas barras de alongamento, barras paralelas, barra horizontal e prancha de abdominais. As obras da área de 2.362,30 m² também contemplam 1.457,00 m² de piso em concreto nos passeios, novo guarda-corpo, 732 m² de grama catarina e recuperação da alvenaria de granito (95 m²).

Os recursos, estimados em R$ 415 mil, são provenientes de Termo de Conversão de Área Pública (TCAP), firmado com a empresa R. Correa Engenharia, por empreendimento na avenida Otto Niemeyer, 809. O termo, no valor total de R$ 828 mil, também inclui as obras da sala de Raio X do Hospital Materno Infantil Presidente Vargas (já entregues); reforma geral e ampliação do prédio da futura sede do Conselho Tutelar da Microrregião 2, no bairro Sarandi (em andamento); e melhorias na Praça João Bergmann (que serão executadas após o término da Orla da Assunção).

Sobre as obras - Iniciadas em fevereiro, com previsão inicial de término em abril, as intervenções acabaram suspensas no final de março por conta dos limites e das dificuldades impostas pela pandemia. Em razão do quadro de indefinições, a R. Correa Engenharia solicitou dilatação do prazo de entrega para o final do ano, com retomada a partir de setembro. Porém, por ser possível já ter uma visão mais clara do cenário, para que as etapas já realizadas não venham a sofrer maiores impactos devido ao período de interrupção e para evitar mais transtornos para os usuários do local, a empresa readequou alguns fluxos internos e informou ter condições para retomar os trabalhos.

Para mais informações sobre o coronavírus, clique aqui.

Veja aqui as últimas notícias sobre a pandemia.

Cibele Carneiro

Taís Dimer Dihl

Acompanhe a prefeitura nas redes