Desenvolvimento Econômico

Prefeitura fiscaliza mais de 3 mil estabelecimentos e verifica apoio de empresários

23/04/2020 16:05
Cesar Lopes/PMPA
DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO
Apenas 2,4% foram interditados por não cumprir as determinações ou por atividades irregulares

A colaboração dos empresários de comércios, indústrias e serviços tem sido essencial para apoiar as ações de contenção do coronavírus em Porto Alegre. A parceria fica evidente nos dados da Operação Esforço Concentrado Covid-19, que fiscalizou, entre os dias 31 de março e 21 de abril, 3.113 estabelecimentos. Destes, apenas 2,4% – o que representa 77 locais –  foram interditados por não cumprir as determinações da ´prefeitura, ou por realização de atividades irregulares, como a produção clandestina de álcool gel, e venda de produtos a preços abusivos. A maioria está seguindo as orientações de restrição para evitar a disseminação do coronavírus.

O prefeito Nelson Marchezan Júnior tem realizado videoconferências com todos os setores da sociedade, em especial com empresários e comerciantes, para apresentar os dados da pandemia e avaliar a reabertura de cada segmento. “Evidências técnicas e experiências internacionais mostram que o distanciamento social é considerado, até o momento, a medida mais eficaz para controlar a proliferação do vírus”, diz Marchezan. Nos últimos dias, a rede de saúde registrou queda na demanda por leitos de UTI, uma das principais referências para avaliar a situação epidemiológica do município.

Para o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE), Leonardo Hoff, cabe ressaltar que as medidas da gestão municipal têm caráter preventivo para garantir a saúde coletiva e que a ajuda dos empresários tem sido fundamental. “Precisamos agradecê-los. Mesmo sentindo o impacto econômico de manter as portas fechadas, os empreendedores têm compreendido e auxiliado na missão de manter a população segura. São essas ações que estão contribuindo para o achatamento da curva da doença na cidade e vão nos proporcionar, em breve, a reabertura dos negócios de forma responsável”, destaca Hoff.

A primeira medida de distanciamento social foi decretada em 17 de março. Com essa e outras providências, a curva de contaminação passou de um ritmo de duplicação de casos, que inicialmente era a cada cinco dias, para dez dias. A ocupação de leitos de UTIs – referência para acompanhamento da doença na Capital – registrou seu maior número no dia 10 de abril, com 43 pessoas internadas. Desde então, caiu e não passou de 40. Nesta terça-feira, 21, foram registrados 31 pacientes na ala.

Esforço Concentrado - Além das empresas do comércio, indústria e serviços, o transporte também é monitorado pela operação. Até o momento, 2.981 ônibus, lotações e táxis foram vistoriados. Além disso, 2.331 pessoas foram orientadas em parques e praças na operação, que acontece diariamente. Participam da ação agentes da Diretoria de Fiscalização, Procon Porto Alegre, Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Smams), Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) e Guarda Municipal.

Para mais informações sobre o coronavírus, clique aqui.

Veja aqui as últimas notícias sobre a pandemia.

 

Juliane Soska

Gilmar Martins

Acompanhe a prefeitura nas redes