Ação conjunta intensifica combate ao comércio ilegal de fios e cabos na Capital

10/08/2022 15:18
Pedro Piegas / PMPA
segurança
Duas pessoas foram presas na operação na região central da cidade
Mais uma operação integrada entre as forças de segurança do Município e Estado foi realizada nesta quarta-feira, 10, com foco no combate ao comércio ilegal de fios e cabos. Doze ferros-velhos foram inspecionados na avenida Voluntários da Pátria e adjacências, na região central. A ação contou com mais de cem agentes públicos. Um helicóptero da Polícia Civil também foi utilizado.
 
Duas pessoas foram presas por furto de energia e oito quilos de fios de cobre aprendidos. Além disso, oito estabelecimentos foram autuados pelos bombeiros por apresentarem irregularidades, como falta de Projeto de Prevenção contra Incêndio (PPCI). 
 
“Estas ações conjuntas envolvendo os órgãos de segurança são de extrema importância, pois atacam desde o furto de fios elétricos até a receptação destes materiais”, destaca o secretário-adjunto de Segurança, Comissário Zottis. Guarda Municipal, Brigada Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, fiscais da prefeitura e equipes técnicas de empresas de telefonia, luz e água participaram da operação.
 
Pedro Piegas / PMPA
segurança
Força-tarefa reúne agentes do Município e Estado
Para o titular da Delegacia de Repressão aos Crimes contra o Patrimônio e Serviços Delegados (DRCP), delegado Luciano Peringer, a realização de novas fases deste trabalho permanente reduzirá cada vez mais estes crimes na cidade. “São diferentes atores que atuam de forma conjunta para minimizar os prejuízos causados pelo furtos de fios”, salienta Peringer.
 
Desde a criação da força-tarefa permanente entre as forças de segurança do Município e Estado, em abril deste ano, nove ações conjuntas em ferros-velhos já foram realizadas em áreas distintas da Capital. Desde então, dezenas de pessoas foram presas e vários estabelecimentos autuados e interditados.
 
Animal resgatado - Um cachorro com sinais de maus-tratos e abandono foi resgatado durante a operação. O cão da raça pitbull estava acorrentado, sem água e comida. O proprietário não foi localizado. O Gabinete da Causa Animal da prefeitura foi acionado e o animal encaminhado para receber atendimento veterinário na Unidade de Saúde Animal Victória.
Lucas Rivas

Lissandra Mendonça

Acompanhe a prefeitura nas redes