Mapa do Aedes

No mapa acima, acompanhe em tempo real a condição das armadilhas de monitoramento. Cada círculo é uma armadilha. Armadilha com fundo azul aguarda vistoria; verde, não houve captura de fêmeas de Aedes aegypti na semana; amarela, uma fêmea; laranja, duas fêmeas; e vermelha, três fêmeas ou mais.

Infestação

Entre os dias 24/07 e 30/07/22 (semana epidemiológica 30/2022), o Índice Médio de Fêmeas de Aedes aegypti (IMFA) esteve no nível SATISFATÓRIO, com índice 0,03 (Gráfico abaixo). Foram coletadas 5 fêmeas em 3 armadilhas, das 183 vistoriadas (o que corresponde a 1,63% de armadilhas positivas para a presença de fêmeas de Aedes).

Clique no Gráfico abaixo para visualização ampliada.

 

 

GRÁFICO SE 30.png

 

Acompanhe a situação do IMFA nos bairros monitorados com armadilhas aqui

Para compreender os conceitos de índices de infestação clique aqui.

Acesse o Boletim Epidemiológico de Arboviroses da Semana 27

Clique no mapa abaixo e compare a situação da semana atual com o mapa das quatro semanas anteriores. 

 

vigaedes-Poa.png

Como usar o mapa:

O mapa possui dez camadas que podem ser vistas separadamente ou em combinações de duas ou mais. 

Para navegar no mapa, utilize o mouse para arrastar em todas as direções e obter um zoom.

Na legenda do mapa, à esquerda, habilite e desabilite a camada desejada clicando no marcador que se encontra ao lado do título de cada camada.


Selecione as camadas desejadas, dê um zoom no mapa e clique nos círculos para obter informações sobre casos e coletas nas armadilhas ou dê um clique dentro da área das divisões territoriais. As informações são referentes à camada que estiver selecionada.


Para fazer uma busca, por endereço, nome de Unidade de Saúde (US), locais com casos de dengue, bairros, etc:

- clique na lupa que se encontra à esquerda superior do mapa, junto à legenda; 

- ao clicar na lupa, surgirá o espaço para digitação;

- digite a informação desejada;

- dê um clique em cima do resultado da busca; o mapa fará um zoom no local.

 

Notícias

Vírus das doenças são transmitidos a humanos pela picada do mosquito Aedes aegypti

Vigilância alerta para cuidados com arboviroses em viagens de férias

Recomendação é para quem se desloca para as regiões Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste do país e, também, para o interior e litoral gaúchos.

Ter, 26/07/2022 - 14:15
Foto: Cristine Rochol - Aedes aegypti, o vetor da dengue, zika e chikungunya

Cenário epidemiológico leva Capital a regressar ao nível zero no Plano de Contingência da Dengue

A redução sustentada no número de casos, associada à sazonalidade da doença e aos baixos índices de infestação vetorial, levou ao retorno ao nível zero do Plano de Contingência de Arboviroses municipal. Desta forma, seguem mantidas as medidas de controle e vigilância de dengue, zika e chikungunya, e encerra-se a publicação semanal de boletins epidemiológicos.

Ter, 12/07/2022 - 18:46

Mapa desenvolvido por: logo ecovec
Acompanhe também: logo_rs_contra_aedes
Informações e denúncias:fala poa