Aterro Sanit√°rio

O aterro sanitário visa a redução do impacto ambiental no descarte do lixo, por meio da escolha de área adequada, impermeabilização, controle da entrada dos resíduos sólidos, compactação e cobertura periódicas desses materiais, drenagem e tratamento dos efluentes líquidos e gasosos e monitoramento ambiental.

Extrema

Em 1997, o DMLU iniciou a operação no Aterro Sanitário da Extrema. A obra, referência na América Latina, foi projetada e construída com as melhores técnicas de engenharia ambiental, sendo o primeiro aterro no Estado a ser licenciado pelo órgão ambiental. Situado na rua Luiz Corrêa da Silva, 4.501 (antiga Estrada do Espigão),
no bairro Lami, o Extrema esgotou sua capacidade em 31 de dezembro de 2002, tendo recebido 824 mil toneladas de resíduos sólidos.

Central de Resíduos Recreio

Hoje, os resíduos sólidos domiciliares de Porto Alegre passam pela Estação de Transbordo da Lomba do Pinheiro e de lá são transportados para a Companhia Riograndense de Valorização de Resíduos, aterro sanitário privado, no km 181 da BR-290, município de Minas do Leão, distante 105 Km de Porto Alegre.

Os resíduos que não forem da construção civil e nem podas de árvores poderão ser encaminhados à Estação de Transbordo do DMLU, localizada na Estrada Afonso Lourenço Mariante, 4.401, na Lomba do Pinheiro. O transporte deve ser feito sob responsabilidade do gerador dos resíduos.