Conservação de Documentos

Conservar documentos significa adotar estratégias e políticas visando boas práticas na guarda, no acesso e manuseio do patrimônio documental.

 

Objetiva-se preservação do acervo e dos locais que os abrigam. Recomendam-se abaixo ações que visam conservação preventiva.

  • Prédios e salas de arquivo

Os locais de acervo devem ser constantemente vistoriados considerando possibilidades de sinistros, tanto com fogo ou água, vandalismos, deve-se priorizar áreas térreas e pouca umidade.

O Conselho Nacional de Arquivos publicou recomendações para a construção de arquivos que orientam o planejamento para a construção, adaptação e reforma de edifícios que atendam às funções arquivísticas.

  • Acervo
  1. Cuidar do manuseio de documentos:  mãos limpas, sem lanches perto de documentos, sem umedecer documentos com saliva, protege-se o documento e seu organismo, que ficam livres de bactérias e outras sujidades;
  2. Não dobrar, amassar o documento, não expor à luz solar;
  3. Evitar intervir no documento com objetos adesivos ou metálicos;
  4. Cuidar no transporte, utilizando-se equipamento adequados e evitando dias chuvosos;
  5. Controlar durabilidade de documentos em suportes eletrônicos, adotando-se práticas de preservação digital tais quais manter longe de campos eletromagnéticos (computadores, aparelhos de som, TV, etc.);
  6. Evite intervir realizando anotações à caneta ou tinta de qualquer espécie, utilize lápis 6B priorizando registros oficiais ou de catalogação;
  7. Utilize equipamentos de proteção individual tais quais luvas, máscaras e aventais.

 

Acompanhe a prefeitura nas redes