Refúgio de Vida Silvestre São Pedro

As Unidades de Conservação, denominação dada pelo Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SNUC), Lei nº 9.985, de 18 de julho de 2000, são áreas naturais com características especiais, como presença de espécies animais, vegetais e biomas ameaçados de extinção, além de nascentes e cursos de água. A utilização desses espaços restringe-se à preservação, manutenção, utilização sustentável de pesquisa, restauração e a recuperação do ambiente natural, para que possa produzir o maior benefício, mantendo o potencial de satisfazer as necessidades e aspirações previstas em lei. Porto Alegre conta com quatro Unidades de Conservação, sendo elas: Parque Natural Morro do Osso, Parque Natural Municipal Saint’Hilaire, Refúgio de Vida Silvestre São Pedro e Reserva Biológica do Lami José Lutzenberger.

DSC_0563.png

Criado por meio do Decreto Municipal 18.818, de 16 de outubro de 2014, a partir uma Consulta Pública on-line, realizada de 16 de setembro a 30 de outubro de 2013, o Refúgio de Vida Silvestre São Pedro é habitat de espécies animais raras e ameaçadas de extinção, como o mão-pelada, o graxaim e o bugio-ruivo, e está inserido no maior fragmento de Mata Atlântica de Porto Alegre, com vegetação florestal e campestre. No local é permitido apenas o uso indireto dos recursos naturais, possibilitando a realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades de educação ambiental, recreação em contato com a natureza e turismo ecológico.
 
Conforme o Decreto, a criação do Refúgio de Vida Silvestre São Pedro tem como objetivos assegurar a conservação da biodiversidade local, garantindo condições para a existência da fauna de mamíferos, especialmente do bugio-ruivo (Alouatta guariba clamitan), espécie ameaçada de extinção no Estado do Rio Grande do Sul, segundo o Decreto Estadual nº 41.672, de 11 junho de 2002. O Parque também tem como prioridade proteger integralmente e regenerar os ecossistemas naturais da mata atlântica e dos campos nativos por abrigarem espécies raras e endêmicas, além de manter e recuperar nascentes de cursos d'água, incentivar o fortalecimento da cultura indígena e, consequentemente, possibilitar à sociedade a aprender o espírito indígena de relacionar-se com a natureza e com o meio ambiente.


Para acessar o Plano de Manejo de Vida Silvestre São Pedro, clique aqui para versão resumida ou aqui para a versão completa. 


Endereço: Estrada das Quirinas, 6.301, bairro Lageado (entrada pelo Beco Passo da Taquara)
Telefone: 51 3289 7561
E-mail: refugiosaopedro@portoalegre.rs.gov.br
Área: 147 ha
Horário de Funcionamento: Temporariamente fechado
Visitação: O Parque está em processo de readequação que inclui a instalação de novas estruturas administrativa e funcional. No momento está atendendo a  pesquisas científicas e grupos acadêmicos.
Inaugurado em: 2014

Acompanhe a prefeitura nas redes